Home > Notícias

Microsoft quer mostrar poder da Surface Pen com novos apps e upgrades

Empresa de Redmond aposta em colaboração para ampliar o uso da sua caneta entre usuários Office e Windows.

PC World / EUA

23/05/2017 às 11h09

surfaceprowhiteboard_625.jpg
Foto:

A Microsoft quer que você use seus talentos manuais no trabalho do dia-a-dia, e é por isso que está oferecendo dois novos recursos: uma coleção customizada de canetas que irá passar de aparelho para aparelho, e depois, o app colaborativo Whiteboard.

Ambos são oferecidos a partir das novas habilidades de aplicação de coloração que a Microsoft adicionou incrementalmente ao seu hardware e ao Windows, assim como no Office. Um dos recursos do novo Surface Pro (2017), por exemplo, é uma Surface Pen mais sensível com habilidades de inclinação e uma latência quase imperceptível, para fazer com que a tinta digital seja mais suave e direta. 

A partir de junho, a Microsoft permitirá que os assinantes do Office 365 “salvem” uma galeria de tintas de caneta que serão carregadas por diferentes aparelhos assim como nos apps Word, Excel e PowerPoint. Apesar de as canetas estarem sendo salvas no Office, e não dentro do Windows, a galeria de tintas salvas é consistente com o futuro Creators Update, que chega em alguns meses. 

Essas tintas virtuais incluem “galaxy” e “rainbow”, que mudam as cores de forma dinâmica à medida que a caneta se move pela tela. Se um usuário quiser manter uma caneta rainbow a mão, pode salvá-la dentro do Office, junto com lápis, destacadores e mais. Em algum momento do futuro – a Microsoft não diz exatamente quando – um desses apps Office será o Whiteboard.

Por que isso importa

Segundo a Microsoft, são registrados 2 milhões de minutos de uso de canetas por dia. Isso não parece muito, ainda mais se pensarmos nas dezenas de milhões de PCs Windows. Para o seu crédito, no entanto, a empresa não está desistindo, apostando na colaboração como um ponto chave.

Whiteboard

Se o Whiteboard soa familiar, é porque ele é mesmo. Vimos o app pela primeira vez no ano passado como parte do Surface Hub, a tela sensível ao toque colaborativa de 84 polegadas da Microsoft. Na época, o Whiteboard era uma simples ferramenta de colaboração, onde os usuários podiam se escrever. Caso você não estivesse na tela, então não poderia participar, uma limitação e tanto que a Microsoft resolveu com essa nova versão do software.

Agora, cada participante de um espaço de trabalho do Whiteboard pode escrever algo na tela do seu próprio tablet ou PC, e o conteúdo aparecerá no display das outras pessoas. Em um toque legal, um pequeno ícone com o nome da pessoa aparecerá próximo da “tinta” à medida que ela é aplicada. 

whiteboardapp_625.jpg

Como o Whiteboard tem lançamento programado para algum ponto do futuro, alguns aspectos do aplicativos, como o número de usuários suportados, ainda permanecem indefinidos.

A verdadeira mágica por trás do Whiteboard, no entanto, é como o aplicativo trata a tinta: como a fundação para objetos digitais que podem ser manipulados. Desenhe um triângulo, e ele se transformará em um triângulo de verdade que pode ser rotacionado e manipulado, com números pequenos mostrando os tamanhos dos ângulos. 

Segundo executivos da Microsoft, esse tipo de interação via tinta também será levada para outras partes do Office. Você poderá “laçar” frases no Word para selecioná-las, e apagá-las ao simplesmente riscar sobre elas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail