Home > Notícias

Microsoft se mostra surpresa com reação negativa a acordo com Yahoo

Presidente da empresa afirma que analistas ficam confusos porque acordo não envolveu dinheiro e não entende 'frieza' do mercado financeiro.

IDG News Service

30/07/2009 às 16h38

Foto:

O presidente da Microsoft, Steve Ballmer, se mostrou surpreso pela reação negativa de analistas do principal centro financeiro do mundo, Wall Street, ao acordo em buscas entre a empresa e o Yahoo, anunciado na quarta-feira (29/7).

Ballmer afirmou, durante encontro com analistas na sede da Microsoft, nos Estados Unidos, que "ninguém entende" a parceria. Segundo ele, o acordo beneficiará ambas as empresas e poderá ajudar a valorizar as ações do Yahoo.

O executivo reconhece que, uma vez que o acordo não envolveu dinheiro, os investidores e analistas ficaram confusos. “A economia é o setor no qual as pessoas se confundem mais. Questionam o que aconteceu, se nada foi comprado ou vendido”, diz.

Ballmer não entende como o mercado financeiro poderia reagir friamente a um acordo que vai gerar cerca de 500 milhões de dólares em lucro operacional e uma economia de 200 milhões de dólares em despesas quando for finalizado. “Isto é algo que me impressiona”, afirma.

E emenda com mais argumentos  em defesa da aliança: “Quanto mais termos de busca você encontrar, mais poderá direcionar seu produto”, diz o presidente. “E quanto mais anunciantes divulgarem em seu sistema, mais relevante se tornam os anúncios para seus usuários”, completou.

Mesmo defendendo o acordo, Ballmer pareceu consciente de que a Microsoft cometeu um erro grave ao não investir em buscas antes, e sugeriu que a companhia aprendeu uma lição no tempo em que esteve em negociações com o Yahoo, período em que o Google continuou a crescer e a aumentar sua participação no mercado de busca.

“A maior fonte de geração de valor é a escolha do negócio certo na hora certa”, disse ele. “Quando não se faz essa opção cedo o suficiente, você tem um problema. Quando se escolhe ficar fora de um negócio que gera valor, você não crescerá com o mercado”, afirmou Ballmer.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail