Home > Notícias

Microsoft terá que pagar multa de US$ 388 milhões por infringir patente

Empresa é condenada por usar patente para ativação de softwares sem pagamento de licença de companhia em Rhode Island

IDG News Service / EUA

09/04/2009 às 8h43

Foto:

Um júri em Rhode Island determinou que a Microsoft é culpada em um caso de infração de patentes e deve pagar 388 milhões de dólares à Uniloc, detentora da patente. Iniciado em 2003 na Corte Distrital de Rhode Island, o caso discute se o sistema de ativação de produtos da Microsoft infringe uma patente da Uniloc.

O júri decidiu que a patente é válida e que a Microsoft, realmente, cometeu a infração. A empresa de software afirmou que pretende apelar da decisão. "Acreditamos que não infringimos, que a patente é inválida e que a multa não tem bases legais ou factuais. Pediremos uma revisão do veredicto à Corte", afirmou a Microsoft, em comunicado.

O processo de ativação de produto da Microsoft pretende reduzir a pirataria ao exigir que usuários ativem seus softwares, atrelando a cópia a uma máquina específica. Usuários podem reinstalar o software diversas vezes na máquina, mas não podem usá-lo em outros PCs. A Uniloc vende tecnologias que desenvolvedores de software usam para oferecer flexibilidade nos termos de licenciamento, como períodos de testes.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail