Home > Notícias

Microsoft tira o Xbox LIVE do ar em 15 de abril

Medida afeta donos do Xbox original e games do Xbox 1 jogados no Xbox 360. Estratégia pode estar relacionada ao Projeto Natal.

Matt Peckham, da PC World

05/02/2010 às 13h22

xbox_rip_150.jpg
Foto:

Atualizada às 15h35

Há coisas que não são feitas para durar, mas a decisão da Microsoft de tirar do ar o serviço de games online Xbox LIVE soa como uma verdadeira bomba.

A empresa deixa de oferecer o Xbox LIVE no dia 15 de abril para quem é dono de um Xbox original e também para quem joga títulos do Xbox 1 no Xbox Xbox 360.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira (5/2) pelo diretor de programação da Microsoft para jogos em rede, Larry ‘Major Nelson’ Hryb, em seu blog e que a comercialização de novas assinaturas bem como renovações automáticas deixam de funcionar imediatamente.

“Não posso dar detalhes específicos, mas esta mudança nos permitirá continuar evoluindo os serviços LIVE com novas funcionalidades e experiências que podem aproveitar ao máximo o poder do Xbox 360 e da comunidade Xbox LIVE”, escreveu Hryb. “Não tomamos essa decisão de forma impensada, mas, depois de uma profunda análise e revisão, concluímos que a esta decisão irá nos possibilitar uma flexibilidade sem precedentes em funcionalidades futuras”.

xbox_rip_300

Mas desativar um serviço e deixar um grade número de usuários na mão significa qualquer coisa menos oferecer uma “flexibilidade sem precedentes”. Será que isso pode significar que, finalmente, veremos a Microsoft oferecer um serviço decente gratuitamente? Ou apenas uma mudança radical na interface introduzida dois anos atrás? Qualquer destas situações realmente significa algo “sem precedente”.

Mas o que dizer para aqueles que ainda jogam Halo ou Halo 2 pela rede? Descansem em paz? Que aguardem por algo que não se sabe o que é nem quando virá?

A Microsoft não é obrigada a manter indefinidamente um serviço como o LIVE. Mesmo porque o serviço já tem mais de sete anos – foi lançado em 2002. E isso não tem nada a ver como oferecer suporta a um software, como o DOS o Windows 3.1.

gamesshutter_625.jpg

Mas mesmo a carta escrita para a comunidade pelos gerente geral do Xbox LIVE, Marc Whitten, dá muitas pistas. Ele diz que a comunidade Xbox LIVE é forte – são mais de 23 milhões de usuários – mas que o serviço precisa evoluir para ser compatível com o poder do Xbox 360. “Para alcançar esse objetivo, precisamos fazer mudanças nos serviços que são incompatíveis com os games originais do Xbox 1”.

Ou isso pode significar de alguma forma que o LIVE venha a ter relação ao projeto Natal, que será lançado no final de 2010?

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail