Home > Notícias

Motorola e Nextel lançam smartphone iDEN com sistema Android

Motorola i1 integra todos os recursos de um smartphone moderno à comodidade de serviços como o Conexão Direta.

Rafael Rigues*, da PC World Brasil

26/05/2010 às 9h46

Foto:

A Motorola e a Nextel anunciaram nesta terça-feira em um evento na sede da Motorola em Schaumburg, Illinois (EUA) o lançamento do Motorola i1, o primeiro smartphone Android da América Latina compatível com a tecnologia iDEN, base da rede de telefonia da Nextel e com serviços como o Conexão Direta (Push to Talk), que permite realizar chamadas entre dois aparelhos iDEN com o toque de um único botão.

O Motorola i1 tem um design arredondado que lembra o Motorola QUENCH, com algumas características únicas como o direcional (d-pad) circular logo abaixo da tela e botoes para acesso rápido a funções como Push-to-Talk e viva-voz. Sem teclado físico, ele é um aparelho bastante fino, com apenas 1.2 cm de espessura e peso de 131 gramas.

 

motorolai1b
Quench: câmera de 5 MP com flash e sistema de push to talk

A tela sensível ao toque tem 3.1 polegadas, e o aparelho é equipado com câmera de 5 MP com flash e memória expansível com o uso de cartões microSD, com um cartão de 8 GB incluso com o aparelho. Não há suporte a redes 3G, mas o acesso à internet é possível, graças à interface Wi-Fi.

Assim como outros aparelhos iDEN desenvolvidos pela Motorola para a Nextel, o i1 tem características que aumentam sua durabilidade, como cantos emborrachados para maior proteção em caso de quedas e para reduzir a entrada de poeira e umidade. A tela é recoberta com Gorilla Glass, um tipo de vidro mais resistente a riscos e impactos. Em uma demonstração rápida o aparelho sobreviveu a seguidas quedas no chão, simulando um usuário desastrado que o deixa "escorregar" das mãos, sem sofrer nenhum dano.

Segundo a Motorola a autonomia de bateria é de 4 dias em stand by e 3.5 horas de conversação, o que segundo alguns funcionários da Nextel se traduz em aproximadamente um dia e meio de "uso típico". Números bons, considerando que vários smartphones atualmente no mercado mal conseguem chegar ao fim de um dia de trabalho sem precisar de recarga.

Software
O sistema operacional é o Android 1.5, o mesmo de outros aparelhos da Motorola como o DEXT, QUENCH e BACKFLIP, mas sem a tecnologia MOTOBLUR de integração a redes sociais que se tornou marca registrada nos smartphones da empresa.

O pacote de software inclui o Opera Mini como navegador padrão (mais adequado a um aparelho sem acesso a redes 3G, já que permite o acesso à web "completa" com tráfego de dados reduzido), o teclado virtual Swype, que permite digitação rápida e precisa na tela de toque "traçando" a palavra com os dedos sobre o teclado, além de serviços comuns em outros aparelhos iDEN/Nextel, como uma versão do iAlarm, que permite ao usuário enviar um "SOS" silencioso para um número pré-definido em caso de perigo. Além, é claro, de todos os milhares de aplicativos já disponíveis no Android Market.

A câmera conta com função para fotos panorâmicas e recursos básicos de edição de imagem, ausentes em outros smartphones Android da Motorola. O aparelho também será compatível com o software de navegação veicular da Nextel.

 

motorolai1d
Motora i1: disponível no Brasil por volta de 15 de junho

Push to Android
A tecnologia Push to Talk também foi integrada ao sistema operacional Android, com alertas visuais de chamada (que mudam de acordo com a prioridade da chamada) e a possibilidade de envio direto de contatos, calendários, fotos e notas de voz entre dois aparelhos.

Infelizmente, esta integração por enquanto fica limitada aos aplicativos da Motorola/Nextel, já que a Motorola não liberou as APIs (interfaces de programação) necessárias para que terceiros adicionem o suporte a PTT em seus aplicativos.

Segundo Sanjay Jha, Co-CEO da Motorola e CEO da divisão Mobile Devices & Home, o motivo é uma necessidade de "mediar" o uso da tecnologia, que tem grande impacto na rede e se mal-utilizada poderia prejudicar a experiência do usuário. A Motorola pretende liberar as APIs, diz o CEO, mas só quando encontrar uma forma de gerenciar melhor o uso do PTT por terceiros.

Disponibilidade
O Motorola i1 deve chegar às revendas Nextel no Brasil por volta de 15 de junho, com preço ainda não definido. O aparelho será produzido no Brasil, na fábrica da Motorola em Jaguariúna, no interior de São Paulo. A fábrica também produzirá aparelhos para exportação para outros mercados, como o Chile e Argentina.

Rafael Rigues viajou a Schaumburg, Illinois, EUA, a convite da Motorola e da Nextel

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail