Home > Notícias

Motorola lança dois smartphones Android de baixo custo

RAZR D1 e D3 se destacam por um bom conjunto de recursos, incluindo câmeras capazes de tirar melhores fotos sob pouca luz, e uma versão recente do sistema com garantia de atualização

Rafael Rigues

13/03/2013 às 15h15

Foto:

A Motorola está lançando no Brasil mais dois aparelhos da família RAZR, o D1 e o D3. São modelos de baixo custo, mas que ainda assim se destacam por um conjunto de recursos bastante sofisticado, que inclui câmeras capazes de tirar melhores fotos mesmo sob pouca luz, TV digital e analógica, suporte a dois SIM-Cards, NFC e a versão mais recente do sistema operacional Android, com garantia de atualização.

O RAZR D1 chama a atenção pelo preço em relação à quantidade de recursos oferecidos. É baseado em um processador de 1 GHz com 1 GB de RAM, 4 GB de memória interna e tem uma tela de 3.5 polegadas, porém com baixa resolução (320 x 480 pixels). O principal destaque é a câmera de 5 MP (sem Flash) baseada em um sensor com a tecnologia BSI (Backside Illumination), que permite fotos melhores mesmo em ambientes com pouca luz. Também é possível fazer fotos em HDR, técnica que resulta em melhor equilíbrio entre as áreas de luz e sombra da imagem.

razrd1-360px.jpg
RAZR D1 e sua antena flexível (opcional)

A Motorola irá comercializar três versões do RAZR D1. A mais simples, com slot para um SIM Card e TV digital e analógica, custará R$ 499. Há também uma intermediária, Dual-SIM mas sem TV, e uma mais completa, com TV Digital e Analógica e Dual-SIM por R$ 549.  As versões com TV digital tem um detalhe curioso: não tem a “antena de radinho de pilha” comum em outros aparelhos com este recurso. Em vez dela, usam o cabo do fone de ouvido como antena. Caso o usuário não queira plugar o fone de ouvido, ou esteja em uma área com sinal fraco, pode usar uma antena flexível (inclusa com o aparelho), que também serve como extensão de fone de ouvido e ajuda a amplificar o sinal.

Já o RAZR D3 é um aparelho mais sofisticado, baseado em um processador dual-core de 1.2 GHz, também com 1 GB de RAM e 4 GB de memória interna. A tela de 4” é revestida por Gorilla Glass, o que lhe dá maior resistência a riscos. A câmera traseira tem um sensor de 8 MP, também com a tecnologia BSI e capaz de fazer fotos em HDR, além de gravar vídeos em HD. Há uma câmera frontal de 1.2 MP para videochamadas. Além de 3G, Wi-Fi e GPS (também presentes no D1) o D3 tem NFC, tecnologia que facilita a transferência de dados entre dois aparelhos (basta tocar um no outro) e pode ser usada em sistemas de pagamento eletrônico. 

razrd3-360px.jpg
RAZR D3: NFC, processador dual-core de 1.2 GHz e Android 4.1

O RAZR D3 estará disponível em duas versões, com um SIM Card ou um modelo Dual-SIM, que tem preço sugerido de R$ 799. Tanto o RAZR D1 quanto o RAZR D3 estarão disponíveis nas cores preta ou branca.

Android sempre fresquinho

Os novos RAZR rodam o sistema operacional Android 4.1 “Jelly Bean”, com recursos como o navegador Google Chrome e o assistente pessoal Google Now, que segundo a Motorola mapeia a rotina do usuário e entrega informações e alertas relacionados ao contexto ao longo do dia. Ao se aproximar de uma estação de trem, por exemplo, o usuário verá os horários das próximas partidas. Na hora do almoço, indicações de restaurantes na região. E no fim do dia, uma estimativa do tempo necessário para voltar para casa, de acordo com as condições atuais do trânsito.

Mas o mais interessante é que a Motorola está garantindo a atualização dos aparelhos para a próxima versão do Android. E não estamos falando da 4.2 (uma variante da Jelly Bean, já disponível), mas da que virá após ela, conhecida por enquanto pelo codinome “Key Lime Pie”, sobre a qual devemos descobrir mais durante o Google I/O em Maio deste ano. É uma ótima notícia para quem tem medo de investir em um smartphone e rapidamente acabar com um aparelho “obsoleto” nas mãos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail