Home > Notícias

Motorola mantém 3º lugar no mercado de celulares no trimestre

Empresa vendeu 28,1 milhões de aparelhos e apresentou uma queda anual de 22% na receita com a divisão de dispositivos móveis.

IDG News Service/França

31/07/2008 às 10h04

Foto:

A Motorola ficou em terceiro lugar no mercado de telefones móveis no segundo trimestre de 2008, vendendo 28,1 milhões de aparelhos e manteve sua participação no mercado, declarou a companhia nesta quinta-feira (31/07).

Em comparação, a Nokia vendeu 122 milhões de aparelhos móveis, a Samsung 45,7 milhões e o quarto colocado, LG, 27,7 milhões durante o mesmo período, conforme os números divulgados pelas empresas.

Leia também:
> Motorola vai se dividir em duas empresas
> Motorola interrompe produção de celulares em Cingapura
> Motorola tráz 10 novos celulares para o Brasil

Apesar da venda de unidades crescer, a receita da Motorola no concorrido mercado de celulares caiu 22% em um ano, para 3,3 bilhões de dólares, e o prejuízo operacional aumentou de 332 milhões de dólares há um ano, para 346 milhões de dólares em 2008. Desde janeiro, a empresa estuda separar ou vender sua divisão de celulares.

A empresa como um todo gerou receita de 8,1 bilhões de dólares para o trimestre, abaixo dos 8,7 bilhões no mesmo período de 2007. O lucro líquido subiu para 4 milhões comparado com a perda líquida de 28 milhões ano passado.
++++
A receita da divisão de mobilidade doméstica e redes, que vende modems para banda larga e equipamentos WiMax, cresceu 7% ano a ano, para 2,7 bilhões de dólares, e o lucro operacional cresceu 28%, para 245 milhões de dólares. A procura por serviços e televisores de alta definição contribuiu para o crescimento.

Na divisão de soluções de mobilidade corporativa, a receita da empresa cresceu 6%, para 2 bilhões, e o lucro operacional teve um aumento anual de 24%, para 377 milhões de dólares, impulsionado pela procura por segurança de redes empresariais e públicas fora dos Estados Unidos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail