Home > Notícias

Motorola mira Android, Java e Windows para criação de aplicativos

Mas a empresa acredita que, para o mercado corporativo, o sistema da Microsoft ainda é o mais indicado por uma questão de 'conforto'.

Rodrigo Caetano, repórter do Computerworld

08/12/2008 às 15h15

Foto:

A Motorola vai se concentrar no desenvolvimento de três plataformas para dispositivos móveis. Segundo Christy Wyatt, vice-presidente de de softwares, plataformas e ecossistemas da companhia, quanto menos sistemas forem suportados, maior é o ganho para a empresa.

O Android, sistema operacional de código aberto desenvolvido pelo Google, a plataforma Windows Mobile, da Microsoft, e o Java foram os sistemas e linguagens escolhidos pela fabricante para concentrar investimentos.

De acordo com Christy, as características de cada plataforma endereçam um tipo de mercado. No caso do Android, o foco está em usuários finais e dispositivos mais avançados, como smartphones. Os celulares mais simples e com menos recursos devem ser atendidos por meio das ferramentas Java P2K.

ara o mercado corporativo, o Windows Mobile é a opção. Segundo a executiva, não se trata de uma questão tecnológica, mas sim da situação atual do segmento. “Os sistemas open source podem atender perfeitamente as empresas. Mas, esse tipo de usuário ainda se sente mais confortável usando o sistema da Microsoft”, afirma Christy.

De qualquer forma, a vice-presidente afirma que o mercado da mobilidade caminha cada vez mais para o open source e para a web. “Os smartphones estão sendo projetados para funcionar com plataformas abertas”, afirmou Christy durante apresentação realizada em São Paulo para desenvolvedores.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail