Home > Notícias

MS terá “Windows Cloud” para desenvolvedores

CEO da Microsoft revela que desenvolvedores para internet receberão cópia de testes de sistema para aplicações online.

IDG News Service/EUA

01/10/2008 às 14h58

Foto:

O CEO da Microsoft, Steve Ballmer, revelou alguns detalhes nesta quarta-feira (01/10) sobre o futuro sistema operacional que ajudará desenvolvedores a escrever aplicações online.

Dentro de um mês, a Microsoft revelará o que Ballmer chamou de "Windows Cloud". O sistema operacional, que deverá ter outro nome, é voltado a desenvolvedores por trás de aplicações de cloud computing, afirmou Ballmer durante palestra em Londres.

Cloud computing é um termo aplicado com freqüência a programas disponíveis dentro do navegador, enquanto a computação por trás é feita em um centro de dados distante dali.

Ballmer não forneceu muitos detalhes, afirmando que mais informações estragariam o anúncio. O Windows Cloud é um projeto separado do Windows 7, sucessor do Windows Vista.

Companhias como Google e Salesforce.com abraçaram o conceito de entregar software pela internet, o que significaria custos menores e menos manutenção por parte daqueles que usam as aplicações.

A Microsoft, que construiu seu negócio baseada em software para desktops, vem demonstrando que também tem planos de adaptar seus softwares à internet, ainda que não na velocidade em que o mercado o faz.

Ballmer foi rápido em afirmar que a Microsoft não planeja produtos como o pacote de produtividade Office disponível totalmente pela internet. A companhia, porém, está trabalhando em um serviço que permitiria que usuários fizessem "edições relâmpago" em documentos em lugares como LAN houses, disse ele.

A empresa está desenvolvendo componentes online para muitos de seus produtos, como SharePoint, Exchange e Dynamics Cutomer Relationship Management. A estratégia é chamada de "software plus services", com seu centro em aplicações cujas funcionalidades são aumentadas pela web.

Ballmer descartou uma ameaça do Google, afirmando que o Google Docs tem "uso relativamente baixo" e que usuários querem ferramentas mais ricas em um pacote corporativo.

"Queremos softwares mais poderosos que aqueles que rodam no navegador", afirmou.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail