Home > Notícias

Multi-touch do Windows 7 não deve salvar Microsoft do Vista

Pouco foi mostrado da próxima versão do sistema operacional e nada foi dito sobre o kernel, segurança e recursos de rede.

Chris Tompkins, editor da The Industry Standard/EUA

28/05/2008 às 19h55

Foto:

O Windows 7, novo sistema operacional da Microsoft que deve ser lançado em 2009, recebeu uma resposta fria  da blogosfera após a sua “demo” no D6, conferência do Wall Street Journal, que acontece em São Diego, nos Estados Unidos.

Pouco foi mostrado do novo sistema operacional além de sua interface multi-touch e algumas poucas aplicações. A demonstração teve um efeito de “eu também tenho” comparado com as aplicações do iPhone da Apple.

Saiba mais:
> Fotos: veja os novos recursos do Windows 7
> Blog: o Windows e os piratas do Silicon Valley
> Bill Gates mostra Touch Wall
> Veja o Microsoft Surface
> A evolução do multi-touch
> Foto: telas sensíveis ao toque

Nada foi dito sobre o kernel, segurança e recursos de rede. Apenas uma pista foi deixada por Bill Gates ao falar porque a Microsoft está se movendo rapidamente para o Windows 7.

O executivo, que vai se aposentar em julho deste ano, afirmou que o Vista atingiu sua expectativa, mas deixou portas abertas para melhorias.

É claro que o multi-touch é uma boa idéia, mas não parece ser uma razão suficiente para um novo sistema operacional. O recurso terá uso zero para quem fez o upgrade, em razão de falta de suporte de hardware.

Por que a Microsoft não se focou em criar um sistema operacional amigável para milhões de usuários que usam computadores atualmente?

Enquanto a Microsoft não der reais razões para os usuários migrarem para o Windows 9, os entusiastas vão continuar a escorregar da estratégia apressada de lançar sistemas operacionais para salvar a Microsoft do último.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail