Home > Notícias

Mundo Apple faz cobertura ao vivo do keynote da Apple no WWDC 2008

Apresentação do fundador da Apple deverá ter iPhone com suporte a 3G, loja de aplicativos e nova .Mac. Acompanha ao vivo.

Redação do IDG Now!

09/06/2008 às 12h13

Foto:

O canal Mundo Apple da PC World Brasil fará a cobertura ao vivo do keynote que o fundador e CEO da Apple, Steve Jobs, fará nesta segunda-feira (09/06) na abertura do Worldwide Developers Conference 2008, em São Francisco.

Tradicionalmente cercada de mistérios, a apresentação de Jobs, marcada para às 10h de São Francisco (14h no horário de Brasília) terá, quase certamente, a confirmação da inauguração da App Store for iPhone, loja em que usuários do iPhone e iPod touch poderão ter acesso a aplicativos de terceiros.

Mais sobre WWDC 2008:
>Conheça os principais boatos da feira
>Supostas imagens do iPhone 3G vazam
>Blog: iPhone 3G será mais fino e terá GPS
>Conheça o principal rival do suposto iPhone 3G

Mais importante que isto, especulações do mercado são como certo o lançamento da nova versão do celular iPhone, mais fino e com suporte a redes 3G e GPS, segundo fontes citadas por blogs diversos nas últimas semanas.

À partir das 14h (horário de Brasília), a Macworld Brasil acompanhará o keynote de Jobs em tempo real, publicando em notas curtas as novidades anunciadas pelo fundador da Apple.

15h50 - Jobs revisita as principais palestras que rolarão durante o WWDC 2008, com detalhamento, inclusive, da nova versão do sistema operacional Mac OS X, chamada de Snow Leopard, e deixa o palco, quebrando duas tradições - a clássica  "There´s one more thing" e o convidado musical.

15h47 - O iPhone 3G chega a 22 países (não está claro se o Brasil é um deles - a Claro precisa confirmar ao IDG Now!) no dia 11 de julho. Steve chama a equipe de desenvolvedores e, no seu melhor estilo, pede aplausos aos responsáveis.

15h46 - O suporte corporativo e a aplicativos externos já está pronto e pode ser desabilitado, caso o usuário queira. Agora, a parte do preço - o modelo de 8 GB será vendido a 199 dólares, enquanto o de 16 GB custará 299 dólares (com opção para versão em branco também).

15h43 - "Nós definimos nosso objetivo de 12 novos países para o iPhone 3G, mas aumentamos o número para 25 países", explica Jobs sobre o lançamento mundial do aparelho. "México e Canadá estão cobertos, assim como quase todos os países na América do Sul" - te lembra que a América Móvil, detentora da Claro, trará o aparelho para o Brasil.

15h42 - Com GPS, explica Jobs, o iPhone pode funcionar como um rastreador de caminhos, enquanto uma animação mostra um ponto em movimento no Google Maps enquanto um carro se movimento nas ruas norte-americanas.

15h40 - O iPhone 3G terá autonomia de bateria de 300 horas em standby, até 6 horas de navegação em alta velocidade, 5 horas de ligações pelas redes 3G, 7 horas para vídeo e um dia inteiro para áudio. E, finalmente, o iPhone ganha GPS.

15h36 - O iPhone 3G terá capa posterior de plástico, som melhorado e botões de metal sólido. Jobs faz a comparação sobre velocidade de download dizendo que o 3G é 2,8x mais rápido que as atuais redes suportadas pelo aparelho. Ao bater de frente com rivais da Nokia e da Palm, o iPhone é 36% mais rápido - "e mais bonito", provoca Jobs.

15h33 - Jobs anuncia ainda outras novidades no iPhone, além do 3G -
suporte a empresas e aplicações de terceiros, venda em mais países e
corte no preço - citando um dado que 56% de usuários queriam iPhone,
mas não compravam pelo preço.

15h31 - É hora de Jobs falar sobre o primeiro aniversário do iPhone, citando satisfação de 90% entre os clientes e mais de 6 milhões de iPhones vendidos até que os aparelhos se esgotaram. Jobs chega ao grande anúncio do dia: iPhone 3G.

15h26 - O Gizmodo mostra uma foto da inteface do MobileMe, que custará
99 dólares por ano com 20 Gb de armazenamento online. Usuários do .Mac
serão atualizados automaticamente.

15h25 - Numa espécie de centro nervoso do usuário na internet, o MobileMe integra aplicativos da Apple online que sincronizam fotos, contatos, calendários e e-mails em todos os dispositivos do usuário. O iDisk permite o compartilhamento coletivo de documentos. Phill conduz um longo demo enquanto fala das funções.

15h15 - Independente da plataforma que o usuário utilize, basta ir ao endereço Me.com, autenticar seus dados para ter acesso a um gerenciador de e-mails que, segundo Schiller, tem a usabilidade de um desktop. Fotos também entram na roda e poderão ser atualizadas pelo serviço. O MacRumors compara o novo Me.com, ainda inativo, com softwares do pacote iLife.

15h14 - Phil explica que a nova plataforma atualiza informações de e-mails, contatos e calendários independente de onde o usuário esteja. Funciona com Mail, iCal e Address Book no Mac e com o Outlook no Windows.

15h13 - Vamos às novidades. Passível de mudanças nos boatos de mercado, a plataforma .Mac muda realmente de nome para MobileMe (furo de reportagem do TUAW há uma semana). Phil Schiller sobe ao palco alfinetando a Microsoft ao explica o MobileMe: "é como o Exchange para o resto de nós".

15h12 - Jobs agora fala sobre a AppStore, que estará disponível em 62 países e terá suporte para venda ou distribuição gratuita de aplicações por redes sem fio - Wi-Fi ou sinal telefônico. Caso o software tenha menos que 10 MB, poderá ser baixado em redes celulares. Desenvolvedores indepentendes fixam o preço de seus aplicativos e ficam com 70% da receita.

15h11 - O iPhone 2.0 estará disponível em julho gratuito para donos de iPhones e custando 9,95 dólares para quem tem um iPod touch.

15h08 - Jobs volta ao palco e anuncia novidades na nova versão do SDK para iPhone, como busca de contatos em tempo real, suporte total ao iWork e ao pacote Office, da Microsoft, edição de e-mails em lote, calculadora científica, controle de conteúdo para pais, suporte estendido a novas línguas.

15h06 - Por isto a Apple integrou ao iPhone uma função "push" (apresentada como "uma solução melhor"), em que, sempre que um usuário parar de usar aplicativos, o aparelho consultará atualizações dos programas usados pelo telefone celular. A novidade está disponível apenas em setembro.

15h02 - Por fim, Forestell agradece o trabalho dos desenvolvedores e anuncia que principal exigência de desenvolvedores foi suporte a tarefas no background. A Apple diz que esta seria a solução errada, já que consome tanto bateria como desempenho do aparelho.

14h58 - No aplicativo médico mais surpreendente, o MIMvista permite o gerenciamento de imagens médicas com zoom e renderização em 3D. Por fim, a Digital Legends apresenta game 3D que usa OpenGL e controles sensíveis a toque.

14h53 - Como muito lembra a equipe do TUAW, o keynote já chega perto da primeira hora sem nenhum anúncio de novidade da Apple.

14h50 - Voltado evidentemente aos norte-americanos, o aplicativo da MLB.com traz estatísticas, narrações, imagens e vídeos ao vivo de jogos da liga de beisebol dos Estados Unidos. Depois, duas aplicações que exploram o conceito de e-health.

14h47 - A história da banda no iPhone é oficializada - o Band, da Moo Cow Music, é um game têm versões virtuais de piano, guitarra, bateria e baixo, que podem ser tocados e gravados pela tela sensível a toque.

14h43 - Continua a overdose de novos aplicativos oficiais para iPhone. A desenvolvedora Pangea Games integrará ao iPhone os jogos Enigmo e Cro-Mag Rally, que usam aproveitam o acelerômetro do aparelho.

14h41 - Logo após, entra no palco representante da Associated Press para falar sobre a Mobile News Network, aplicativo com centenas de fontes de informação e usa a API de localização para indicar histórias geograficamente interessantes ao usuário.

14h38 - Michael Sippey sobe ao palco para falar do aplicativo pra iPhone que dá suporte à plataforma de blog TypePad, oferecido de graça na App Store. No Gizmodo, a rival WordPress afirma que terá suporte para iPhone nas próximas semanas.

14h35 - Logo depois, é demonstrado o aplicativo da Loopt, rede social geográfica que mostra a localização exata dos seus amigos. O aplicativo guarda os lugares onde o usuário esteve e lista fotografias tiradas nos local. Será gratuito no lançamento da App Store.

14h33 - Hora do eBay. Novo aplicativo leva leilões do serviço para iPhone. A página inicial do aplicativo mostra todos os leilões com sua participação - seja pela venda de um produto ou por um lance. O software será gratuito.

14h31 - No Engadget, o editor Ryan Block afirma que os gráficos de Super Monkey Ball são "inacreditáveis comparado a qualquer coisa já vista em um telefone celular" e os compara à qualidade do portátil Nintendo DS, da Nintendo. Você pode ver uma foto do jogo no Gizmodo.

14h29 - Desenvolvedores parceiros da Apple na criação de aplicativos sobem ao palco para mostrar no que vêm trabalhando com o SDK do iPhone. Engenheiro da Sega demonstra a versão de Super Monkey Ball para iPhone, disponível no lançamento da Apple Apps Store por 9,99 dólares.

14h25 - Após criar o aplicativo no terminal de desenvolvimento, Forestell pluga o iPhone ao micro, transforme o aplicativo e faz com que seu novo programa rode direto no gadget - tudo, em menos de 10 minutos.

14h20 - Em demonstração no palco, Jobs e Forestell demonstram a facilidade de criação de aplicativos para iPhone a partir das APIs oferecidas. Forestell cria, sobre o palco, uma aplicação Basic Cocoa Touch no Xcode - chamada de "Nearby Friends", ela usará a API de endereços para acessar o banco de dados do telefone e a API Core Location para criar um serviço de localização geográfica.

14h17 - "Com o SDK do iPhone 2.0,  estamos abrindo as APIs nativas e ferramentas usadas internamente, o que significa que desenvolvedores podem criar aplicações da mesma maneira que a Apple o faz", revela Jobs.

14h15 - Após um vídeo em que empresas que participaram do beta, Jobs volta ao palco para uma demonstração do SDK do iPhone. Em uma conversa francamente voltada para desenvolvedores, Scott Forestell detalha as APIs (Cocoa Touch, Media, Core Services e Core OS) oferecidas para o mercado.

14h13 - A atualização do iPhone atraiu tanto empresas como de institutos de educação, alega Jobs, afirmando que 35% das 500 maiores empresas da Forbes participaram do teste com o SDK do iPhone.

14h10 - Falando sobre o SDK do iPhone, Jobs revela que cerca de 250 mil pessoas baixaram o kit nos primeiros 95 dias em que esteve disponível. Hoje, falará sobre três partes do SDK para iPhone - suporte corporativo, SDK e novidades para o usuário.

14h08 - Steve relembra os três pontos de apoio na estratégia de mercado da Apple (Macs, música e iPhones) e diz que, nesta manhã, falará sobre iPhone.

14h05 - As luzes diminuem e Steve Jobs entra no palco. "Trabalhamos muito duro em ótimos produtos que não conseguimos esperar para compartilhar com vocês". É o início clássico das apresentações de Jobs.

14h02 - Com dois minutos de atraso, uma voz pelos alto-falantes pede
que todos tomem seus lugares e desliguem telefones celulares. Steve
Jobs deve entrar no palco em instantes.

13h58 - Momentos antes do início, jornalistas, acionistas e figuronas do mercado de tecnologia se aglomeram em frente ao palco onde Steve Jobs fará os anúncios no Moscone Center, em São Francisco. O Gizmodo fotografou o ex-presidente dos Estados Unidos e ativista ecológico Al Gore nas primeiras fileiras.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail