Home > Notícias

MWC 2011: “Nokia não se rendeu à Microsoft”, diz executivo

Segundo o VP de Mobilidade da Microsoft, Andy Lees, o negócio foi bom para ambas as empresas; WP7 deve chegar este semestre ao Brasil.

Renato Rodrigues, do IDG Now!*

15/02/2011 às 8h52

Foto:

O recente acordo com a Nokia ainda rende polêmicas entre os analistas, mas é comemorado pela gigante de Redmond. Questionado durante a Mobile World Congress por um analista finlandês sobre o recente acordo com a empresa finlandesa, o VP de Mobilidade da Microsoft, Andy Lees, reagiu com firmeza diante da provocação de um jornalista da Finlândia: "A Nokia não se rendeu à Microsoft. Eles tomaram uma decisão muito bem informada, e foi um acordo bom para ambas as empresas".

Para Lees, o acordo permite que a Nokia faça mudanças e adaptações na interface do windows Phone 7 em seus futuros aparelhos (ainda sem previsão de chegada), mas nada revolucionário. "Não permitiremos que haja fragmentação no Windows Phone como a que existe no Android", disse. Segundo o executivo, será necessário "encontrar um balanço" que dê liberdade de criação à Nokia, mas sem afetar a unidade visual que a Microsoft deseja na plataforma.

Ele também acredita que as inovações no sistema, anunciadas ontem pelo CEO Steve Ballmer, colocam o Windows Phone no mínimo em pé de igualdade com os concorrentes. "Nenhum deles tem uma versão móvel do IE9, com aceleração gráfica por hardware, nem integração com o Kinect", disse ao IDG Now!.

Lees afirmou que a empresa tem recebido um "ótimo feedback dos consumidores", eu que a aprovação do Windows Phone entre eles beira os 90%. "Nós mostramos apenas uma ponta das novidades que virão este ano", disse. O executivo afirmou que a plataforma será lançada no Brasil no segundo semestre.

*o jornalista viajou para Barcelona a convite da Samsung

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail