Home > Notícias

“Não éramos rivais”, diz Bill Gates sobre Steve Jobs

Em nova entrevista, fundador da Microsoft elogiou criador da Apple e negou que estivessem brigados; executivo enviou carta pouco antes de Jobs morrer

Macworld / Reino Unido

30/01/2012 às 19h01

Foto:

O ex-chefão da Microsoft e atualmente filantropo em tempo integral, Bil Gates afirmou recentemente que considera Steve Jobs um “gênio incrível”, em vez de um rival histórico.

Em uma entrevista para o jornal Daily Telegraph, Gates oferece mais detalhes sobre sua relação com o cofundador e ex-CEo da Apple e diz que os dois não tinham que “fazer as pazes” pois nunca estiveram brigados.

“Steve era um gênio incrível que contribuiu imensamente para o mercado em que eu estava. Nós tivemos épocas, como no ínicio do Macintosh, quando tínhamos mais pessoas trabalhando nisso do que eles, e éramos concorrentes”, disse Gates.

Em uma entrevista exibida semana passada na TV, Gates também falou como a morte de Jobs influenciou sua vida.

gates_jobs

Gates e Jobs: relação amistosa nos últimos momentos do cofundador da Apple

Gates havia falado sobre visitar Jobs nas últimas semanas do criador da Apple e na entrevista para o Telegraph revelou que escreveu para Jobs antes de sua morte, que aconteceu em outubro do ano passado. O executivo aparentemente apreciou o gesto de Gates e manteve a carta ao lado da cama.

“Eu disse a Steve sobre como ele devia se sentir ótimo com o que tinha feito e com a companhia que construiu. Escrevi sobre seus filhos, que pude conhecer. Não haviam pazes a serem feitas. Não estávamos em guerra. Nós fizemos ótimos produtos, e a competição sempre foi uma coisa positiva.”

Gates não é mais o homem mais rico do mundo, tendo doado grande parte de seu dinheiro. Desde 1994, a Gates Foundation já forneceu subsídios, que totalizam mais de 26 bilhões de dólares, a diversas ações é projetos filantrópicos. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail