NASA detecta cometa que pode ser novo visitante interestelar

Cientistas tentam descobrir qual é a origem do objeto

Foto:
https://pcworld.com.br/nasa-detecta-cometa-que-pode-ser-novo-visitante-interestelar/
Clique para copiar

Em 2017, um objeto interestelar com trajetória hiperbólica passou pelo Sistema Solar. Era Oumuamua, o primeiro e único asteroide hiperbólico do qual se teve conhecimento. Chamado inicialmente de C/2017 U1 por ter sido considerado um cometa, o renomeado A/2017 era tão alto e rápido para o seu pequeno tamanho que ficou na memória dos cientistas e fez com que os astrônomos da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, cogitassem origem alienígena.

Dois anos se passaram desde então e Oumuamua pode ter um primo próximo, mas que está distante. Agora é a vez do cometa – até que se prove asteroide – C/2019 QA passar pelo Sistema Solar.

Detectado no último dia 30 de agosto por Gennady Borisov, um astrônomo do Observatório Astrofísico da Crimeia, o cometa possui trajetória hiperbólica, assim como Oumuamua, e toma o posto de segundo objeto da sua categoria, com essa característica peculiar, a ser visto por aqui.

Aos investigadores não restam dúvidas de que o cometa está passando pelo Sistema Solar, mas ainda serão necessários alguns dias para entender qual é, de fato, sua origem, já que nas próximas semanas a posição do Sol bloqueará qualquer possibilidade de observação.

De qualquer forma, ainda resta bastante tempo para estudos, pois, de acordo com os pesquisadores, a estimativa é que o cometa só chegue perto do Sol em dezembro.

Fonte: NASA

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site