NASA termina de montar o Telescópio Espacial James Webb, sucessor do Hubble

Após US$ 9,7 bilhões em investimentos

Foto:
https://pcworld.com.br/nasa-termina-de-montar-o-telescopio-espacial-james-webb-sucessor-do-hubble/
Clique para copiar

O telescópio espacial Hubble foi enviado em um ônibus espacial no início dos anos 90, criando um momento muito especial para a história da ciência humana. Cerca de 29 anos se passaram e a NASA prepara o lançamento de um sucessor ainda mais moderno.

A máquina usará tecnologia que captará ondas de radiação infravermelha e, assim, será possível estudar a formação de galáxias, estrelas, a produção dos elementos espaciais, entre outras informações. O Hubble possui um espelho de 2 metros de largura, enquanto o James Webb possui um de 6,4 metros. Com um espelho maior, o novo telescópio tem mais capacidade de capturar a luz, cerca de sete vezes mais que o Hubble.

De acordo com a NASA, o James Webb não é um substituto para o Hubble, já que a tecnologia do antecessor é por meio comprimento de ondas ópticas e ultravioletas. Ambos permanecerão em atividade, enviando material científico diretamente das profundidades do nosso universo.

Os engenheiros da agência espacial terminaram apenas a parte mecânica do telescópio, ainda é necessário realizar todo o processo de cabeamento e montar um escudo solar de cinco camadas para a proteção do objeto. Quando estiver no espaço, de acordo com a NASA, o Webb conseguirá chegar a até 1,5 milhão de quilômetros de distância da Terra, enquanto o Hubble fez apenas 600 quilômetros até agora.

Originalmente a agência espacial americana havia planejado lançar o telescópio há alguns anos, porém, aconteceram consecultivos atrasos. A previsão de lançamento do telescópio espacial James Webb é para o dia 30 de março de 2021, lançado do Centro Espacial de Korou, localizado na Guiana Francesa.

Via Business Insider

tags

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site