Home > Notícias

Navegador Internet Explorer tem maior perda de mercado desde novembro

Em agosto, navegador da Microsoft perdeu 1,1 ponto porcentual de participação em relação a julho, somando 66,6% do mercado.

Redação do Computerworld/EUA

01/09/2009 às 11h50

Foto:

O navegador Internet Explorer (IE) perdeu 1,1 ponto porcentual de participação em agosto (em relação a julho) e tem, agora, 66,6% do mercado, segundo relatório da empresa de métricas online Net Applications. De acordo com a análise, esta é a maior queda de participação do IE no mercado de navegadores desde novembro de 2008, quando perdeu dois pontos porcentuais. Em um ano, o software da Microsoft perdeu uma participação equivalente a 8,6 pontos porcentuais.

No mesmo período, o Chrome, conquistou 1,25% de participação, tomando mais espaço do navegador Safari, da Apple. Se continuar neste ritmo, o navegador do Google deve ocupar a terceira posição do setor nos próximos 11 meses, afirma a NetApplications.

Já o Firefox conquistou quase metade da participação perdida pelo IE, em um ano. Em agosto, o navegador de código aberto da Mozilla ganhou 0,8 ponto porcentual de participação, somando 23,3% do mercado - pouco abaixo do recorde de participação de 23,8% registrado em abril de 2009.

O Safari apresentou um ligeiro crescimento e fechou o mês com 4,1% do mercado de navegadores. O Chrome registrou 2,9% do mercado e o Opera, da empresa norueguesa homônima, alcançou 2,1% de participação - crescimento de 0,1 ponto porcentual em um mês.

O Internet Explorer 6, que foi motivo de uma campanha  na internet  contra sua utilização pelas empresas, perdeu 2,4 pontos porcentuais de participação entre julho e agosto e conta agora com 24,8% do mercado. Já a versão mais recente, o IE8, ganhou 2,7 pontos porcentuais, registrando 15,2%, o que mostra um crescimento expressivo diante da participação de 3,6% verificada em abril deste ano.

Na avaliação da empresa de análises, a queda no uso do IE6 se deve mais ao fortalecimento de uma campanha da Microsoft, incentivando a migração para o IE8, do que a campanha pelo fim do navegador lançado em 2001.

A medição da Net Applications se baseia no uso de navegadores que acessam mais de 40 mil sites monitorados pela empresa, somando 160 milhões de visitante únicos por mês. Em julho, a empresa modificou seu sistema de medição . Ela analisa agora a proporção do uso dos navegadores em relação ao número de internautas de cada país, o que reduziu a fatia do Safari e aumentou a participação do Google Chrome, assim como dos outros navegadores.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail