Home > Notícias

Nenhum tablet chega perto do iPad, aponta pesquisa

De acordo com levantamento recente da consultoria iSuppli, tablet da Apple retomou crescimento no início deste ano após ligeira queda no fim de 2011;

IDG News Service / EUA

16/05/2012 às 15h09

Foto:

Após uma ligeira queda no final de 2011, o iPad reafirmou de maneira sólida sua posição como o líder dominante no mercado de tablets. De acordo com uma pesquisa recente da empresa de inteligência de mercado iSuppli, o iPad deve responder por 61% dos tablets vendidos neste ano, um aumento considerável em relação aos 55,1% registrados no último trimestre de 2011.

A iSuppli afirma que a breve queda do iPad foi causada em grande parte pelas vendas maiores do Kindle Fire, da Amazon, que aumentou os tablets Android a aumentarem sua participação no mercado para 41,1% no final do ano passado. 

Mas com o fim do hype em torno do Kindle Fire e a chegada do novo iPad no começo deste ano, os tablets Android devem ver sua participação total no mercado cair para 38,4% em 2012. Mesmo assim, essa é uma melhoria impressionante para os tablets Android, que tinham apenas 31,1% dos tablets vendidos no terceiro trimestre de 2011.

A diretora de pesquisa de tablets e monitores da consultoria IHS, Rhoda Alexander, afirma que as razões para o sucesso do iPad são bastante óbvias: é o tablet mais atraente e amigável ao usuário no mercado atual.

“A combinação de um aparelho bonito, aplicativos bem desenvolvidos, vídeos, livros e músicas forneceu aos consumidores um produto fácil de usar”, diz. “Está se provando ser um verdadeiro desafio para as empresas rivais reproduzirem isso.”

novoipad_390.jpg

Segundo iSuppli, iPad voltou a aumentar sua fatia no mercado de tablets

E mesmo quando os tablets Android estavam no seu auge no final do ano passado, eles não conseguiam ameaçar de verdade as vendas do iPad. O relatório anterior da iSuppli, lançado em fevereiro, descobriu que a Apple tinha vendido 15,4 milhões de iPads no quarto trimestre de 2011, mais do que o triplo dos 3,9 milhões de Kindle Fire vendidos pela Amazon. A participação de 14% do Kindle Fire nos últimos três meses de 2011 fizeram dele o único tablet Android a superar os 10% de participação no mercado – aparelhos da Samsung, Asus, e Barnes & Noble ficaram todos na casa de um dígito.

No ano passado, a consultoria Gartner previu que a Apple vai manter o primeiro lugar no mercado de tablets no futuro próximo, apesar de a empresa de pesquisas ter projetado que a fatia total do aparelho no mercado cairá para 45% em 2015.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail