Home > Notícias

Netbooks devem vir com sistema que permita boot mais rápido

No futuro, mini-laptops estarão sempre conectados à internet e precisarão de sistema operacional que inicie rapidamente.

IDG News Service

12/01/2009 às 8h32

Foto:

A maioria dos usuários de computador passa muito tempo olhando para a tela de boot do Windows. Mas, ao que tudo indica, isso deve começar a mudar, pelo menos para os usuários de netbooks - os laptops portáteis usados para tarefas básicas como navegar na web e checar e-mails.

A Lenovo e a Sony mostraram durante a Consumer Electronics Show (CES) 2009, dois modelos que contam com o recurso de boot rápido, o IdeaPad S10 e o Vaio P, respectivamente. Esse recurso consiste em um segundo sistema operacional - como o Linux - usado para iniciar o computador rapidamente. Com isso, é possível ver fotos ou checar e-mails quase que instantaneamente.

O segredo está em colocar apenas os arquivos essenciais no sistema operacional que fará o boot rápido. E os sistemas convencionais usam aplicativos e drivers que reduzem o tempo de boot dos computadores, explica Anand Nadathyr, diretor de gerenciamento de produtos da Phoenix Technologies, que faz esse tipo de aplicativo.

Para a Lenovo, esses sistemas são ideais para serem usados em conjunto com os netbooks. “As pessoas costumam usar esses laptops para tarefas pontuais, como consultar uma informação na web”, disse Craig Merrigan, vice-presidente global de marketing de consumo da Lenovo. “Acreditamos que o boot rápido possa ser muito útil (nessa categoria de equipamento)”, disse Merrigan.

O executivo, porém, não vê o recurso do boot rápido chegando aos grandes notebooks. “Nesse caso, as pessoas fazem mais coisas com o computador além de simplesmente ler seus e-mails ou navegar pela internet”, disse. Para Merrigan, “é melhor que as pessoas usem um sistema operacional completo” para realizar suas tarefas sem problemas.

Sempre online
A idéia de levar o boot rápido aos netbooks vai de encontro à visão que algumas empresas têm sobre a nova categoria de produto - que teve 10 milhões de unidades vendidas em 2008. Para a Qualcomm e a Freescale, por exemplo, os netbooks são as versões melhoradas dos atuais smartphones e precisarão iniciar tão rápido quanto os telefoninhos.

“Você sempre poderá checar seu e-mail e navegar pela web porque os netbooks terão um boot rápido e conexão permanente com a web, via 3G”, disse Mark Frankel, vice-presidente de gerenciamento de produto da Qualcomm. “O netbook será mais parecido com os smartphones do que com os laptops convencionais”, disse Frankel.

Coincidentemente, a Qualcomm criou uma plataforma chamada Snapdragon, que consiste em um chip que reúne um processador, um modem 3G e uma unidade de processamento de gráficos 3D. A empresa pretende levar esses chips aos netbooks e smartphones e ampliar os recursos desses computadores sem influenciar drasticamente o preço dos aparelhos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail