Home > Notícias

Nokia anuncia família “Nokia X” de smartphones Android

Aparelhos de baixo custo foram projetados para mercados emergentes, e combinam o sistema operacional da Google com os serviços da Microsoft e o tradicional design Nokia

Florence Ion, Greenbot e Rafael Rigues, PCWorld Brasil

24/02/2014 às 6h59

NokiaX_Cores_Abre-435px.jpg
Foto:

De todos os anúncios aqui no Mobile World Congress, a aventura da Nokia no “lado negro” talvez seja o mais interessante. Afinal, esta é a empresa que jurou por repetidas vezes aliança ao ecossistema Windows Phone, mas agora está tentando a sorte com o robozinho verde da Google.

Nesta segunda-feira a Nokia apresentou o Nokia X, X+ e XL, três smartphones de baixo custo projetados para ajudar a Microsoft a “alcançar pessoas com as quais nunca falamos ao redor do mundo todo”, de acordo com Stephen Elop, vice-presidente executivo de dispositivos e serviços na Nokia. Ele adiciona que a filosofia real por trás destes três aparelhos baseados em Android em particular é “levar as pessoas para a nuvem da Microsoft, não a nuvem da Google”.

O software em todos os três aparelhos é baseado no código-fonte aberto do Android, o Android Open Source Project (AOSP), mas modificada com uma nova interface similar à do Windows Phone, que inclui até mesmo sua própria versão dos “Blocos Dinâmicos”. Os serviços da Google, como a loja Google Play, GMail, Google Talk, Google Drive  Google Maps e outros, estão completamente ausentes, substituídos por equivalentes como uma loja de aplicativos própria da Nokia, Outlook.com, Skype, OneDrive e HERE Maps, entre outros. Segundo a Nokia, também é possível fazer “sideloading”, ou seja, baixar apps Android no PC e copiá-los para a memória interna do smartphone.

nokia_xl_verde-400px.jpg
Nokia XL. Design é uma mistura das linhas Asha (de baixo custo) e Lumia (Windows Phone)

O Nokia XL é o maior e mais sofisticado dos aparelhos, com uma tela de 5 polegadas de resolução WVGA (480 x 800 pixels), câmera traseira de 5 MP e câmera frontal de 2 MP. O Nokia X+ e Nokia X são muitos parecidos, com telas de 4 polegadas também WVGA e câmeras traseiras de 3 MP com foco fixo.

O XL e X+ tem 768 MB de RAM, enquanto o X tem apenas 512 MB, e todos tem 4 GB de memória interna expansível com cartões microSD e são baseados em processadores Qualcomm dual-core de 1 GHz. Todos os aparelhos são 3G Dual-SIM.

Microesnobe?

A aventura da Nokia no ecossistema Android é particularmente interessante considerando que sua aquisição pela Microsoft está praticamente completa. “Do que eles fazem, algumas coisas nos deixam animados - e outras não nos deixam tão animados”, disse Joe Belfiore, Vice-Presidente da divisão Windows Phone na Microsoft, durante uma conferência de imprensa da empresa no MWC, provavelmente se referindo à esta família de dispositivos em particular.

Entretanto, é de interesse de ambas as empresas experimentar o Android, especialmente levando em consideração o novo foco da Microsoft na venda de grandes quantidades de aparelhos. Neste domingo a empresa revelou mudanças no Windows Phone 8.1 que reduzirão os custos de desenvolvimento e produção de aparelhos, visando especificamente os mercados emergentes onde o Android é mais forte.

A Nokia pretende lançar o X, X+ e XL em “mercados emergentes” no início do próximo trimestre, inclusive no Brasil. O X tem um preço sugerido de 89 Euros, o X+ 99 Euros e o XL 109 Euros.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail