Home > Notícias

Nokia ataca Apple em disputa por novo padrão de chip para smartphones

Empresa finlandesa declarou que o plano da Apple de oferecer patentes essenciais livres de royalties para o novo modelo “desvaloriza os produtos dos outros”.

IDG News Service

27/03/2012 às 11h42

Foto:

O cartão nano-SIM livre de royalties da Apple é uma promessa vazia, porque a empresa não tem nenhuma patente essencial relacionada à proposta, disse um porta voz da Nokia.

As duas empresas estão disputando qual tecnologia será usada como base para um novo e menor cartão SIM, chamado nano-SIM. Nesta quinta (29), a organização de padronização ETSI (European Telecommunications Standards Institute) votará entre as propostas da Apple e da Nokia. A fabricante finlandesa de smartphones também conta com o apoio da RIM e da Motorola.

Se existirem disputadas de patentes essenciais para implantar o padrão ETSI, a organização irá solicitar que elas sejam licenciadas sob termos justos, razoáveis e não discriminatórios.

Mas a Apple quer ir além. A empresa norte-americana vai oferecer licenças livres de royalties para qualquer patente essencial do nano-SIM, desde que sua proposta seja adotada como padrão e que todas as outras detentoras de patentes aceitem os mesmos termos, segundo o analista de patentes e blogueiro Mueller Florian. 

Se a proposta concorrente não for livre de royalties, o nano-SIM da Apple terá uma grande vantagem que vai afetar o resultado da votação, segundo Mueller.

Entretanto, a Nokia não está surpresa com a oferta da Apple e não parece querer fazer o mesmo.

“Não sabemos se alguma propriedade intelectual da Apple é considerada essencial para a proposta do nano-SIM. Sob essa ótica, a oferta de licenças livres de royalties aparenta não ser nada além de um tentativa de desvalorizar a propriedade intelectual dos outros”, disse um porta-voz.

Na semana passada, a fabricante finlandesa explicou por que seu nano-SIM é tecnicamente superior.

Por exemplo, ele tem dimensões diferentes das usadas nos micro-SIMs atualmente, enquanto a proposta da Apple tem o mesmo tamanho do padrão atual, e por isso há o risco de os usuários forçarem o novo cartão em receptores do antigo e danificarem o produto, afirmou o CEO da Nokia.

Além disso, a proposta da Apple requer uma bandeja, o que aumenta o custo e ocupa mais espaço, mitigando as vantagens de um cartão SIM menor, segundo a Nokia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail