Home > Notícias

Nokia estreia na TV digital brasileira com acessório para celular N85

Diferentemente da concorrência, fabricante não terá solução embarcada. Em 2010, conversor poderá ser vendido separadamente.

Edileuza Soares, do IDG Now!

25/11/2009 às 15h17

nokia_tv_digital_150.jpg
Foto:

A Nokia resolveu levar a TV digital com sistema brasileiro para seus celulares, mas com estratégia diferente das concorrentes Samsung e LG. Em vez de lançar aparelhos com o chip integrado para captação do sinal de alta definição, a fabricante optou por entregar ao consumidor um receptor.

Batizado de SU-33Wb, o receptor tem o tamanho de um modem 3G e foi anunciado na tarde desta quarta-feira (25/11), em Brasília (DF), pelo presidente da Nokia Brasil, Almir Narcizo. O equipamento envia o sinal de TV digital ao celular por uma conexão Bluetooth.

Pelo menos por enquanto, o consumidor não poderá comprar o receptor individualmente. A solução estará disponível em uma oferta empacotada com o terminal N85 para o Natal, que sairá por 1.599 reais.

Narcizo explica que o celular N85 foi o eleito para se tornar TV digital por ser o modelo da marca que traz a melhor tela, com visor de 2,5 polegadas OLED e tecnologia Active Matrix, que segundo o executivo é ideal para rodar vídeo jogos e navegação na internet.

A Nokia promete para o próximo ano compatibilidade do SU-33Wb com os modelos N97 e 5800 Comes With Music. O acessório também poderá ser comprado separadamente pelo site da fabricante e também na loja física, localizada no bairro dos Jardins, em São Paulo, e tem preço estimado entre 150 reais e 200 reais.

nokia_tv_digital_300.jpg

Conversor da Nokia será vendido junto com smartphone N85

Estratégia diferente
Como a Nokia já tem conversores de TV digital no mercado externo baseados no padrão europeu, e empresa optou por uma adaptação da tecnologia para o mercado nacional.

O software para produção do SU-33Wb foi desenvolvido por pesquisadores nacionais do Instituto Nokia de Tecnologia (INdT), localizado em Manaus (AM) e não oferece interatividade.

Em princípio, o hardware será fabricado na China, mas Narcizo diz avaliar a produção local do conversor caso haja demanda suficiente. Como outros países da América Latina estão aderindo ao padrão brasileiro de TV digital, a Nokia pretende levar o SU-33Wb para mercados vizinhos. A fabricante não tem planos - pelo menos por enquanto- de ter um celular nacional com chip embarcado para captar o sinal de alta definição por causa dos custos. “Estamos acompanhando as discussões do governo brasileiro para criação de um Processo Produtivo Básico (PPB), mas não temos nenhum projeto para fabricação local deste tipo de celular”, diz Narcizo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail