Home > Notícias

Nokia lança o 101, celular com dois chips que custa US$ 35

Empresa mira países em desenvolvimento, como a Índia; aparelho, o mais barato já lançado pela companhia, chega neste trimestre

PC World / EUA

25/08/2011 às 16h30

Foto:

A Nokia lançou esta semana o celular 101, o aparelho dual-SIM mais barato da história da companhia, que por 35 dólares permite que os usuários de países em desenvolvimento troquem de operadoras rapidamente, em busca de custos menores e cobertura maior, anunciou a companhia nesta quinta-feira, 25/8.

Após o lançamento do Belle nesta quarta, uma versão melhorada do sistema Symbian, e três novos smartphones, a Nokia direcionou seus esforços para partes do mundo onde telefones mais avançados ainda são “ficção científica”, afirmou a fabricante finlandesa em seu blog.

Na África e na Ásia, muitos usuários precisam lutar contra taxas altas de dados, falta de fontes de energia prontamente disponíveis para carregar a bateria e rendas mais baixas, diz a Nokia.

Nessas partes do mundo recursos como a habilidade de usar mais de um chip SIM é mais importante. O Nokia 101 pode usar dois chips e custará cerca de 25 euros (35 dólares) sem taxas ou subsídios de operadoras quando for lançado neste trimestre. Segundo a assessoria da fabricante, não há previsão de o Nokia 101 ser lançado no Brasil.

O gerenciador de chips do telefone permite que os usuários selecionem qual SIM card usar para fazer ligações e pode armazenar configurações de até cinco chips. Cada um deles pode ser personalizado ao designar nomes e logos para cada configuração. Esse é um recurso útil quando muitas pessoas dividem o mesmo aparelho. 

O Nokia 101 também possui um tocador de música integrado, rádio FM e alto-falante integrado. As músicas podem ser armazenadas em um cartão de memória MicroSD, e um fone de ouvido está incluso no pacote. 

Apesar de a falta de smartphones competitivos ser a principal razão para os problemas atuais da Nokia, a ausência de telefones dual-SIM no catálogo também prejudica a fabricante.

Antes do segundo trimestre deste ano, as vendas da companhia sofreram em mercados como a Índia, segundo números da consultoria IDC, mas entre abril e junho a empresa vendeu 2,6 milhões de telefones dual-SIM - um sinal positivo para a Nokia, segundo a IDC.

A Nokia ainda destaca que o 101 é o seu 5º telefone dual-SIM nos últimos três meses.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail