Home > Notícias

Nokia prevê queda nas vendas dos celulares

Companhia finlandesa reduziu a previsão de vendas de 1,26 bilhão de unidades para 1,24 bilhão em 2008.

IDG News Service/EUA

14/11/2008 às 19h08

Foto:

A Nokia reduziu a previsão de venda de telefones
celulares no mundo. De acordo com a empresa, em 2008 serão vendidos 1,24 bilhão de
celulares, valor menor do que a estimativa inicial da fabricante de 1,26 bilhão.

Ainda assim, o montante é bem superior ao registrado em
2007. Naquele ano foram vendidos 1,14 bilhão de telefones.

Ressaltando as dificuldades econômicas, a companhia finlandesa
reduziu também a previsão de vendas para 2009. No entanto, a Nokia não definiu
um número específico, dizendo apenas que provavelmente o mercado vai vender menos
do que em 2008.

Em vez de revelar as próprias expectativas de venda, a Nokia
faz previsões do mercado de telefonia celular como um todo e fala sobre
participação de mercado. No quarto trimestre, a empresa prevê manter seu market
share de 38%, o mesmo que registrou no terceiro quartil.

Mesmo com os problemas econômicos, nenhum tipo específico de telefone vai ser
mais atingido, disse Rick Simonson, CFO da Nokia, em teleconferência. "As
pessoas ainda querem smartphones. [O segmento] É uma parte crescente do mercado
e enquanto ele adicionar valor, as pessoas ainda vão comprar," disse.

A crise econômica e a menor disponibilidade de crédito afetaram a capacidade de
compra de alguns clientes da Nokia, garantiu a empresa.

O anúncio chega um mês depois dos anúncios da Nokia no terceiro trimestre, quando
a empresa divulgou a sua previsão inicial de vendas para 2008. A decisão da Nokia de
reduzir a expectativa reflete uma forte queda nas vendas nos últimos meses e
insinua um difícil quarto trimestre para os fabricantes de telefones celulares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail