Home > Notícias

Nokia se redefine como uma empresa de software

Renovação de estratégia surge no momento em que a empresa tem liderança ameaçada pela concorrência.

IDG News Service

24/06/2010 às 11h58

Foto:

Nos próximos anos, a Nokia pretende mudar o foco de atuação. O objetivo é deixar de ser apenas uma fabricante de telefones móveis para uma empresa especializada em software, informou o líder de marketing da Nokia na Ásia-Pacífico, Will Harris.

"A Nokia vive hoje um momento de transição. Nosso futuro está no mercado de software, e não no de hardware", disse Harris, à Computerworld da Austrália.

 

Um dos reflexos da mudança de postura da Nokia está no portfólio da companhia. No primeiro semestre deste ano, a fabricante lançou 22 modelos de celulares, número bem abaixo dos 35 equipamentos anunciados no mesmo período de 2009.

Já na área de software, a empresa prepara uma revisão da popular plataforma
com Symbian 3 e, em breve, o Symbian 4. Além disso, está em vias de construir o primeiro equipamento baseado no sistema operacional  MeeGo, baseado em Linux.

Alternativa à queda no market share

 

A renovação de estratégia da companhia surge em um momento no qual sua liderança no mercado de aparelhos celulares tem sido ameaçada pela concorrência. Enquanto as vendas de telefones móveis aumentam, globalmente, de 270 mil para 310 mil por trimestre, as estatísticas da Gartner mostram que a participação da Nokia no setor tem diminuído. No primeiro trimestre de 2010, a fabricante tinha uma participação de 35% das vendas globais de celulares, seguida de perto pela Samsung.

"Estamos conscientes da nossa posição no mercado, mas temos certeza que seremos bem-sucedidos, como sempre fomos", finalizou Harris.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail