Home > Dicas

Notebook, netbook ou smartphone, qual o certo para você?

Saiba qual o melhor aparelho para os mais diversos usos: trabalho, estudos, games, vídeos, Internet e lazer.

Computerworld / EUA

15/06/2010 às 10h39

Celular_Notebook-300px.jpg
Foto:

O mundo da computação pessoal está mudando. Julgando a partir dos números de vendas, os notebooks há muito ultrapassaram os desktops como a forma dominante de computador. A onda nas vendas de netbooks mostrou que os usuários estão dispostos a sacrificar desempenho em nome de portabilidade e preço. Mais importante, smartphones agora são computadores totalmente funcionais com uma grande variedade de aplicativos e serviços que estão rapidamente devorando o tempo e o dinheiro dos usuários. Com os laptops baixando de preço, os netbooks premium aumentando o custo e os smartphones sem contrato (desbloqueados) custando 1000 reais ou mais, as diferenças de preços não são necessariamente tão grandes.

Antes de fazer uma decisão de compra, considere o que você quer fazer com seu novo aparelho móvel. Neste guia, vamos descrever muitas tarefas comuns de computação portátil e discutir os prós e contras de aparelhos de cada categoria.

Fazendo seu trabalho

Quando profissionais precisam trabalhar, eles normalmente possuem necessidades específicas. Os projetos em que tais usuários trabalham geralmente são grandes documentos do Word, enormes e complicadas planilhas do Excel, apresentações multimídia ou até programas e bases de dados customizadas. O departamento de TI (Tecnologia de Informação) também pode precisar gerenciar o aparelho. Aqui segue um resumo de como cada tipo de aparelho se qualifica para o mundo profissional.

Notebook: Um notebook bem equipado é provavelmente a melhor escolha para realizar trabalho corporativo. A tela de maior resolução se adapta mais facilmente a grandes planilhas, e processadores com maior desempenho, juntamente com mais RAM, permitem multitarefa mais suave. Você pode encontrar muitos modelos "resistentes" capazes de sobreviver a múltiplas viagens aéreas, e recursos de gerenciamento de TI são padrão em máquinas de classe comercial. O ponto negativo? Um bom modelo corporativo custa o dobro do valor dos outros dois aparelhos, e provavelmente pesa duas vezes mais do que um netbook. Até mesmo os modelos ultraportáteis vão facilmente superar os netbooks em peso, e claramente serão um trambolho muito maior do que um smartphone.

Netbook: Poucos netbooks oferecem recursos de gerenciamento de TI ou um design específico para negócios, mas eles existem – veja o HP Mini5102 para começar. Ainda assim, os teclados e telas apertados dos netbooks, sem mencionar seus processadores mais limitados e pouca RAM, tornam mais difícil a sua utilização em grandes projetos empresariais sem frustrantes reduções de produtividade. Netbooks são bons para usuários corporativos que precisam apenas disparar alguns e-mails, procurar caminhos ou ler notícias rapidamente, mas eles são menos do que ideais para trabalho sério.

Smartphone: Um bom smartphone é praticamente indispensável para empresários que trabalham muito. Ter acesso aos seus contatos e agenda em um aparelho que está sempre com você é um enorme benefício. No entanto, esqueça a possibilidade de realizar qualquer trabalho de verdade. Aplicativos para telefones não conseguem lidar nem um pouco bem com grandes projetos corporativos, e os minúsculos teclados (sejam físicos ou na tela) não permitem mais do que uma ou duas frases rápidas em um e-mail ou mensagem de texto.

O que comprar: Se você é um usuário corporativo que realmente precisa trabalhar em movimento, vai querer um notebook de verdade. Um smartphone que te permite acessar seus contatos de negócios, agenda, e e-mail é muito prático, mas não tem uso quando você precisa atualizar sua apresentação ou arrumar algumas células em uma enorme planilha. A melhor combinação é um forte notebook corporativo e um smartphone amigável a TI.

Vida de estudante e em casa

Não é um guerreiro corporativo na estrada? Isso não significa que você não precise fazer alguns trabalhos em um aparelho móvel. Estudantes precisam de notebooks para fazer anotações ou escrever trabalhos, enquanto alguns usuários mais sérios têm de escrever e-mails e calcular impostos ou o orçamento da família. No entanto, as necessidades de usuários residenciais e estudantes são diferentes de profissionais corporativos.

Notebook: Um bom notebook vai fazer tudo que você precisa, mas o tamanho e o peso podem desestimular qualquer pessoa que queira levar seu computador a todo lugar. Um sistema pequeno e leve é especialmente legal para estudantes universitários que andam por todo o campus com seu micro.

Netbook: Um bom netbook, ou um notebook ultraportátil e não muito caro, pode ser a melhor escolha para trabalho escolar e em casa. Se encontrar um com um bom teclado, como o Lenovo ThinkPad x100e, você pode facilmente produzir um trabalho de história ou uma carta para vovó. O limitado tamanho e resolução da tela não atrapalham para se calcular impostos ou usar aplicativos de finanças pessoais como o Quicken. Talvez mais importante, um netbook é fácil de carregar no dia-a-dia e a bateria vai durar o bastante para você deixar o carregador em casa.

Smartphone: Smartphones são ótimos para uso geral, e eles podem ser ótimas ferramentas para manter sua lista de compras ou ficar em contato com seus colegas de faculdade. No entanto, quando o assunto é produtividade, eles sofrem dos mesmos problemas para usuários residenciais e corporativos: seus teclados pequenos e difíceis de usar tornam complicado escrever anotações rápidas e precisas ou para escrever algo maior do que algumas frases.

O que comprar: Se você é um usuário residencial ou um estudante, um bom netbook pode ser exatamente o que você precisa para produtividade móvel. É difícil bater o tamanho compacto, peso leve, longa bateria, e baixo preço dessas máquinas. O tamanho reduzido da tela e do teclado não são ideais, mas eles são certamente bons o suficiente para tarefas diárias.

A seguir: máquinas para navegar na internet e assistir vídeos

++++

Navegando pela Internet

Acontece umas dez vezes por dia: você está longe da sua mesa ou precisa procurar algo online, ou tem alguns minutos livres para matar lendo as notícias do dia. Você realmente precisa de um notebook para ter uma boa experiência de navegação online?

Notebook: Telas maiores fazem com que seja mais fácil ver mais de um site, e quase todas eliminam problemas de formato. Talvez também seja preciso esperar um pouco para seu notebook ligar, e quem quer carregar por aí um computador pesado apenas para ver alguns sites? Ao menos você pode usar o navegador que quiser, com os add-ons de sua escolha. E é claro que também terá acesso a Flash, Silverlight, e qualquer outra tecnologia da Web.

Netbook: Para a Web, os netbooks possuem algumas vantagens sobre os notebooks. Em primeiro lugar, eles são menores, mais leves e custam menos; outro fator importante para quem usa bastante a internet é a maior autonomia de bateria dos netbooks. A limitada resolução de tela pode fazer com que seja difícil acessar a maioria dos sites, por isso se prepare para muito rolar muito as páginas. Como com os notebooks, você pode usar os browsers e add-nos de sua escolha.

Smartphone: De certa forma, um bom e moderno smartphone pode ser a melhor maneira para navegar na Web quando se estiver viajando, mesmo com as óbvias limitações de uma tela pequena.Os smartphones estão sempre conectados e sua natureza “Instant-on” te leva ao site que você quiser sem precisar esperar um computador ligar. Os telefones mais novos possuem ótimos navegadores e telas, mas a seleção de navegadores é limitada e o suporte a add-ons é quase inexistente – e pode esquecer Flash a não ser que você use um telefone com Android atualizado para a versão 2.2.

O que comprar: Notes e netbooks oferecem ótima navegação e total controle do usuário, mas comprar um computador apenas para visitar alguns sites é quase suicídio. Se você vai gastar meia hora ou um pouco mais na Internet, um netbook barato pode ser a melhor escolha. Mas se você quer apenas visitar alguns sites, um smartphone se torna o vencedor, apesar do controle um pouco limitado sobre quais navegadores e add-ons podem ser utilizados.

Assistindo a vídeos

Vídeo é uma grande parte de computação portátil nos dias de hoje. Seja vendo clipes no YouTube ou curtindo um DVD em um voo longo. Notebooks obviamente podem fazer isso tudo, mas as habilidades de vídeo também são um atrativo de venda dos smartphones modernos.

Notebook: Um notebook oferece a melhor visualização de vídeos. Um micro totalmente equipado provavelmente tem um drive ótico que você pode usar para assistir a DVDs (ou até filmes Blu-ray).  As telas grandes e de alta resolução são boas para se olhar por longos períodos, e bons alto-falantes são uma opção que você não vai encontrar nos outros dois aparelhos. Ninguém quer dividir uma tela de cerca de 9 polegadas, sem falar das de 3.5 polegadas, para mostrar um vídeo engraçado no YouTube.

Netbook: Você encontra maior vida de bateria em um netbook, mas abre mão de muita coisa no processo. A máquina não possui um drive óptico, por isso filmes em DVDs e Blu-ray estão fora de questão. As telas entre 9 e 11 polegadas são ruins de se olhar por muito tempo, e mais ainda para dividir com os amigos – e boa sorte em achar um netbook com alto-falantes decentes.  É claro que todos os serviços online ainda estão à sua disposição com um netbook, mas você seria muito mais feliz assistindo-os em um notebook.

Smartphone: Smartphones são realmente úteis apenas para pequenos videoclipes de um número limitado de provedores. Muitos sites que dependem do Flash não vão realizar streaming de vídeos enquanto não sair o Android 2.2. Mesmo quando você encontra algo para assistir, encarar uma tela menor do que 4 polegadas se torna cansativo em pouco tempo.

O que comprar: Os notebooks são os vencedores. Você pode assistir o que quiser, quando quiser, em uma tela grande o bastante e com alto-falantes bons o suficiente para realmente curtir a experiência. O único ponto negativo de verdade é a vida da bateria: tome cuidado na hora de comprar para escolher um modelo que dure pelo menos um ou dois filmes completos, especialmente se assistir em um avião ou durante uma longa viagem de carro seja uma prioridade.

A seguir: máquinas para jogar e participar de redes sociais

++++

Games

Precisa matar um pouco de tempo livre? Jogue um game. Você vai encontrar enormes diferenças na qualidade e quantidade dos títulos disponíveis para esses três aparelhos móveis. Seja você um gamer casual ou sério, terá de fazer escolhas importantes na hora de comprar sua máquina de jogos.

Notebook: Um notebook decente para games possui uma placa gráfica dedicada, e dessa maneira, custa um pouco mais do que os modelos básicos. Com uma máquina dessas, você tem acesso a uma enorme biblioteca de jogos do Windows e ótimos serviços como Steam, além de games baseados na Internet, modificações criadas pelos usuários e mais. É preciso procurar cuidadosamente para encontrar um notebook que rode games muito bem, e você provavelmente vai acabar com um modelo que é um pouco maior e mais pesado – com menor vida de bateria – do que um laptop de uso geral. Muitos jogos de computador não rodam bem com um touchpad, por isso você também vai precisar de um mouse e uma superfície apropriada para usá-lo; você perde um pouco de portabilidade como resultado.

Netbook: Apenas diga não. Desde CPUs fracas até anêmicas habilidades gráficas, baixa quantidade de RAM e telas apertadas, os netbooks são péssimos computadores para games. Você consegue ficar numa boa com simples jogos no navegador e alguns clássicos antigos, mas não vai se divertir nem um pouco com jogos modernos.

Smartphone: Fotógrafos costumam dizer que a melhor câmera é aquela que está com você, e o mesmo pode ser dito de consoles de games. Quando você tem algum tempo para matar, um estiloso notebook de games não faz nada de bom se você está com ele, mas seu telefone nunca sai do seu lado. Um telefone é pequeno suficiente para ser usado facilmente em um trem ou ônibus, e uma vez que a maior parte dos jogos de telefone é desenvolvida para ser jogada em sessões curtas, você pode entrar por 5 minutos, sair, e jogar mais depois. Entre os smartphones, o iPhone possui de longe a maior e melhor biblioteca de games, facilmente rivalizando com as coleções de jogos de consoles portáteis. Telefones Android vêm num distante segundo lugar, mas a qualidade e a quantidade do Android Market (loja virtual do sistema) estão crescendo rapidamente. Os aparelhos BlackBerry não são exatamente livres de jogos, mas possuem a pior seleção de todos. O vindouro Windows Phone 7 pode ser a opção de smartphone para games a ser batida, considerando sua integração com Xbox Live (rede online do console Xbox 360, da Microsoft) e parcerias com grandes fabricantes de jogos.

O que comprar: Se você gosta de jogos pesados, com grandes produções, vai querer um notebook com uma placa gráfica dedicada. Evite netbooks e notebooks com gráficos integrados, a não ser que você goste apenas de jogar games simples baseados no navegador. Para jogos "pra viagem", é difícil derrotar o iPhone, apesar dos telefones Android estarem se fortalecendo. Afinal de contas, qual máquina de game é melhor do que aquela que você já carrega por aí diariamente?

Mantendo contato

Twitter, Orkut, Facebook, LinkedIn...a lista de redes sociais parece interminável, e elas nunca foram tão populares. Qual a melhor maneira de acessar, atualizar, e gerenciar suas redes?

Notebook: Um notebook funciona bem com a maioria dos aplicativos de redes sociais. É claro, você pode fazer tudo com ele, mas não é preciso algo pesado, grande e caro só para atualizar seu status no Facebook.

Netbook: Um netbook é uma escolha melhor do que um notebook para redes sociais. Ele é mais barato, menor, pesa menos e possui maior autonomia de bateria. Como sua máquina ainda roda um sistema operacional completo, você pode facilmente desempenhar tarefas comuns como subir e editar fotos, seguir os links dos seus amigos para videoclipes, jogar games sociais ou conversar com os colegas.

Smartphone: A maior parte das redes sociais possuem apps específicos para smartphones que são muito bons, e alguns deles (como Twitter) possuem muitos apps para se escolher, não importa qual a plataforma de smartphone da sua preferência. É simples e conveniente tirar o telefone do bolso e atualizar seu status no Facebook ou ler o que seus amigos estão fazendo, mas a experiência é limitada. Os joguinhos (como os do Facebook) normalmente não funcionam, subir e editar fotos pode ser cansativo e chat em tempo real usando o minúsculo teclado do aparelho é um transtorno. A não ser que você goste muito de redes sociais baseadas em localização, como Foursquare ou Loopt, estará melhor com um netbook. É claro que, se você tem um smartphone por outras razões, não existe nenhum motivo para não contatar seus amigos com ele.

O que comprar: É uma difícil escolha entre netbooks e smartphones. Os primeiros são menores, mais leves e baratos do que notebooks, e você não terá problemas em subir e editar fotos, postar links para vídeos e sites, ou jogar games de redes sociais baseados no browser.

Já os smartphones são escolhas ruins para compartilhar fotos, vídeos e links em redes sociais. Você consegue fazer essas coisas, mas o processo é grosseiro na melhor das hipóteses. Os telefones brilham no quesito de localização, que está rapidamente se tornando uma enorme parte da cena das redes sociais. Seu aparelho móvel sabe onde você está, e está sempre ao seu lado, por isso descobrir o que seus amigos estão planejando - ou vice-versa - é algo tranquilo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail