Home > Notícias

Nova fabricante de câmeras promete “revolucionar a fotografia”

Lytro trabalha em uma “light field camera” que seria capaz de permitir que o foco de uma imagem seja modificado mesmo depois da foto ser tirada.

Jared Newman, PCWorld EUA

22/06/2011 às 14h05

Foto:

A Lytro quer eliminar os problemas com foco do mundo da fotografia digital, e para isso prentende usar um novo tipo de câmera. Baseada no Vale do Silício, a empresa é uma startup que quer “revolucionar a indústria” colocando no mercado Light Field Cameras (também conhecidas como Câmeras Plenópticas) ainda neste ano. Este tipo de equipamento captura a cor, intensidade e direção de cada raio de luz que compõe a imagem, em vez da imagem como um todo, permitindo que o foco seja alterado mesmo depois que a foto tenha sido feita.

Em declaração ao Wall Street Journal o fundador e CEO da Lytro, Ren Ng, comparou sua tecnologia a uma gravação de áudio em múltiplas pistas, onde cada instrumento é gravado separadamente e o resultado é “mixado” depois. Uma galeria de imagens no site da Lytro demonstra o conceito com algumas fotos interativas. Basta dar um clique em uma área da imagem para mudar o ponto focal. 

Segundo a empresa, suas câmeras também funcionam em pouca luz sem flash, e podem produzir fotos 3D com uma única lente. “Temos algo especial aqui”, escreveu Ng, “Nossa missão é mudar a fotografia para sempre, transformando as câmeras tradicionais em peças de museu”.

É um objetivo ambicioso, especialmente em uma época em que os smartphones já estão ameaçando as câmeras digitais tradicionais. Mas se as primeiras câmeras da Lytro realmente forem melhores e mais convenientes, podem se tornar uma ameaça às câmeras digitais mais sofisticadas e às DSLRs. Isto dependerá do preço e portabilidade, que só iremos conhecer em alguns meses.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail