Home > Notícias

Nova tecnologia promete criar computadores 600 vezes mais rápidos

IBM trabalha em chips com conexão via luz, que permitirão desempenho na casa dos exaflops, muito acima do que se tem hoje.

Sumner Lemon, do IDG News Service

04/03/2010 às 8h50

tecnologia_ibm_150.jpg
Foto:

Pesquisadores da IBM estão a um passo de desenvolver chips que usam pulsos de luz, no lugar de sinais elétricos, para transportar informações entre si. A empresa criou um dispositivo que consome pouca energia e que pode transferir informação em alta velocidade usando luz.

“O dispositivo, chamado de  fotodetector nanofotônico avalanche, é rápido e pode permitir avanços na computação com uso eficiente de energia, que podem ter implicações significativas para eletrônicos no futuro”, disse a IBM em um comunicado, que incluiu  vídeo com detalhes do funcionamento do dispositivo (confira abaixo).

Anunciado na quarta-feira (3/3), o dispositivo, que foi detalhado em
um artigo publicado no jornal Nature, é capaz de transmitir dados em
velocidades de até 40 gigabits por segundo, usando suprimento de energia
de 1.5 volt, segundo a IBM. Os sinais de luz são transportados por
circuitos de silício, no lugar dos fios de cobre usados atualmente.

Feito
usando tecnologia de semicondutores já existente, o dispositivo é
particularmente significativo porque consome 20 vezes menos energia do
que outros aparelhos, afirma a IBM.


O objetivo dos pesquisadores é montar uma interconexão óptica no chip que permite a construção de computadores com capacidade de desempenho de exaflops, equivalente a 1.000.000.000.000.000.000 flops.

Para colocar em perspectiva, um computador com um 1 exaflop será aproximadamente 600 vezes mais rápido do que o mais poderoso do mundo, um Cray XT5 chamado de Jaguar, do Laboratório Nacional Oak Ridge, nos Estados Unidos, que atinge 1.75 petaflops, ou 0.0175 exaflops.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail