Home > Dicas

Nove opções em software livre para a empresa economizar com TI

Programas como Linux, BrOffice e MySQL fazem parte do arsenal utilizado para enxugar os custos. Confira esta seleção.

Marcelo Ayres, especial para PC World

29/06/2008 às 23h05

gente_notebook_150.jpg
Foto:

gente_notebook_150Os custos com software são um componente importante na hora de pensar a infra-estrutura tecnológica de uma empresa, mesmo em negócios de pequeno porte. Mas é possível ter bons programas sem recorrer à pirataria. Basta investir no software livre.

Esse conceito surgiu como um movimento organizado no início de 1983, quando Richard Stallman começou o Projeto GNU e, depois fundou a FSF – Free Software Foundation. Ele se baseia na definição de que o programa pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem restrição.

O modelo mais comum de um programa ser distribuído livremente é acompanhado por uma licença de software livre, como a GPL, sigla para General Public License (em português algo como Licença Pública Geral) ou como a BSD – sigla para Berkeley Software Distribution – e com a disponibilização do seu código-fonte.

Leia também:
> Como escolher um servidor para sua empresa

> Monitore o que os funcionários fazem na rede corporativa
> 30 aplicativos que podem ser úteis no dia-a-dia da empresa
> Como configurar o Windows Server 2003
> Faça um inventário do que tem no PC

O Linux é uma das maiores expressões do software livre. Ele foi criado em 1991 por Linus Torvalds, na época um estudante finlandês, que disponibilizou o software de graça e convidou quem quisesse participar para complementar o núcleo, desde que mantivessem suas contribuições gratuitas. Com isso, milhares de programadores começaram a trabalhar para melhorar o Linux, e o sistema operacional cresceu rapidamente.

Além de ser gratuito, o Linux é um programa rápido e muito estável. Atributos que conquistaram rapidamente um grande público de desenvolvedores de sistemas.

++++

gente_notebook_150Como é um software livre, o Linux adota uma licença GPL. Aliado a outros programas na mesma linha, como o KDE, GNOME, Apache, Firefox o OpenOffice.org, ele compõe um ambiente moderno, seguro e estável para desktops e servidores.

Selecionamos dez programas sem custo que podem ser utilizados em seu escritório ou na infra-estrutura tecnológica de sua pequena empresa.

Distribuições
Inicialmente Linus Torvalds disponibilizava somente o kernel (núcleo) do Linux e os desenvolvedores precisavam encontrar ou criar outros programas e compilá-los para poder montar o sistema operacional.

Com isso, alguns grupos começaram a organizar de forma mais profissional estes recursos e surgiu a primeira distribuição Linux, o MCC – Manchester Computer Centre, desenvolvido pela Universidade de Manchester, para facilitar a instalação do Linux.

A procura por empresas especializadas em compilar, testar e empacotar o Linux e diversos aplicativos aumentou gradualmente com a sua fama. Diversos grupos, motivados pelas mais variadas razões, desenvolvem milhares de softwares para Linux promovendo o uso do software de livre distribuição.

O fato de o Linux e suas aplicações serem desenvolvidos em diversos locais fez com que algumas empresas se especializassem em compilar, testar, desenvolver softwares e suportar o Linux, assim como seus aplicativos, além de implementarem melhorias voltadas para o seu mercado de atuação.

Dessa forma surgiram diversas distribuições ao redor do mundo, como Debian, Mandrake Linux, Turbolinux, SuSe e o Red Hat Linux. Elas podem ser baixadas da internet gratuitamente diretamente dos sites dos desenvolvedores ou de sites de downloads.

++++

gente_notebook_150Entre as mais recentes, a que mais tem conquistado os novos usuários é a Ubuntu. O Ubuntu tem se destacado pela sua facilidade de instalação e pela grande compatibilidade com os mais variados periféricos, incluindo aí os drivers para a sua instalação.

A versão mais recente do Ubuntu – 8.04, chamada de Hardy Heron – permite que ele seja instalado em um equipamento que já possua o Windows, facilitando a instalação e, caso o usuário deseje, a remoção do programa.

Existem muitos sites que oferecem programas para você utilizar em ambiente Linux. Os que são direcionados para o uso doméstico são gratuitos em sua esmagadora maioria. Para a utilização comercial nem todos são desta maneira, pois exige um desenvolvimento específico.

Além do Linux
Gimp 2.4 - Este editor de imagens para Linux ou Windows tem recursos semelhantes ao Adobe Photoshop. Com ele você pode retocar e redimensionar fotos, ajustar cor, brilho, contraste, além de aplicar efeitos e fazer ilustrações. Sua grande vantagem, além das funcionalidades, é que utiliza pouca memória RAM em relação a outros softwares. Mas para quem está acostumado com o Photoshop, vai demorar um pouco para se encontrar com os menus.

Apache 2.2.8 - Este é o servidor de web gratuito mais utilizado no mundo. Tem diferentes versões para Unix e Windows. O utilitário Apacheconf permite a configuração básica do servidor. Ele suporta Ipv6, WebDAv, sistemas de segurança SSL e ferramentas sofisticadas de publicação web.

PHP 5.2.6 - Programa para desenvolvedores de web que faz a intermediação entre o browser e o banco de dados, apresentando na tela as informações em formato HTML. Sua operação é toda feita por linha de comando e apresenta excelente fl exibilidade e performance.

++++

KbarCode 2.6 - Este é um programa para a geração de códigos de barras e impressão de etiquetas. Com ele, você também pode criar desde cartões de visitas até etiquetas com vários códigos de barras. Sua interface é totalmente interativa. Um assistente o auxilia na preparação e impressão dos projetos. Vem com centenas de modelos e ferramenta de gerenciamento de dados. Tem capacidade para imprimir e gerenciar até 10.000 etiquetas de uma única vez.

kbarcode

BrOffice.org 2.4.1 - Melhor alternativa para quem quer uma suíte de código aberto para escritório. Totalmente gratuito, ele tem em seu pacote editor de texto, gerenciador de apresentações, planilha eletrônica, banco de dados, programa de ilustrações e editor de fórmulas. Além de oferecer muitos recursos para criação de documentos e bancos de dados, entre outros, o BrOffice oferece uma integração muito grande entre os programas do pacote. A ferramenta de desenho, por exemplo, é a mesma no Writer – editor de texto – e no Impress, o gerenciador de apresentações. Todos os softwares do pacote compartilham o mesmo corretor ortográfico, dicionário de sinônimos e hifenização. Caso seja feita uma modificação em um dos programas, ela passa a valer para todos os demais. Possui boa compatibilidade com o Microsoft Office.

++++

gente_notebook_150
OpenClinic 0.7
- Programa desenvolvido em PHP que permite o registro médico dos pacientes atendidos. Com ele, os doutores podem colocar na ficha os históricos clínicos de seus pacientes e até os hábitos de cada um, o que permite montar um histórico abrangente. Necessita do Apache para rodar.

KmyMoney 0.9 - Sistema gerenciador de finanças semelhante ao Microsoft Money. Ele pode ser utilizado para controlar os gastos pessoais ou de pequenas empresas. Como todo programa de controle de gastos, a primeira configuração é bem cansativa, mas depois de acertadas as contas e a maneira de controlar, ele se torna muito simples de usar.

kmymoney

SQL-Ledger 2.8.14 - Trata-se de um software de ERP (Enterprise Resource Planning), ou seja, um programa de gestão empresarial. Com ele você pode controlar desde a produção até a venda de seus produtos, passando pelo estoque, contabilidade e vendas.

sql_ledger

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail