Home > Dicas

Nove pacotes de produtividade baseados na web que você deve conhecer

Enquanto os gigantes formatam suas iniciativas de aplicativos para a internet, outros já disputam espaço neste promissor segmento.

Ian Paul, da PC World/EUA

21/08/2009 às 20h07

cloud_computing_150.jpg
Foto:

cloud_computing_150.jpgGoogle e Microsoft estão fazendo grandes promessas sobre seus aplicativos de produtividade que rodam na internet, no chamado modelo de computação nas nuvens. Com eles, o usuário pode acessar documentos, planilhas, calendários, contatos e muito mais, e compartilhá-los se quiser, tudo em um só lugar, online.

Mas até o momento não está completamente claro como estes sistemas irão trabalhar ou como funcionarão. O Google Chrome OS, por exemplo, será desenvolvido com o principal intuito de oferecer uma experiência online mais veloz.

Mas por que alguém precisaria de um novo sistema operacional quando já se tem acesso a tantas ferramentas online do gigantes de buscas – como Google Docs, Gmail e Google Reader – e que estão disponíveis a partir de qualquer browser e de qualquer sistema operacional?

Já o Microsoft Office 2010 vai permitir que se acesse as versões web dos aplicativos mais famosos deste pacote de escritório – ou seja, será um pacote de aplicativos baseado na web e que competirá diretamente com o Google Docs.

Enquanto esperamos para entender como a guerra entre esses titãs se dará, é importante saber já existe um bom número de serviços similares online e que deixam seu computador nas nuvens gratuitamente. Muitos desses produtos são chamados de webtops, pacotes de aplicativos que tentam passar a sensação visual e de usabilidade de um computador de mesa comum, porém tudo de dentro de um navegador da internet.

Muitos webtops permitem armazenar arquivos e mídias online, salvar bookmarks do browser e acessar uma variedade de aplicativos web como processadores de texto, planilhas e softwares de apresentação, a partir de qualquer browser.

Alguns deles, inclusive, já existem há anos, enquanto outros surgiram recentemente. Entretanto, todos têm diferentes maneiras de lidar com as artimanhas virtuais e móveis e que certamente caracterizarão as plataformas de aplicativos de produtividade no futuro.

Para isso, testamos alguns desses serviços web e escolhemos os que melhor atendem às necessidades diárias.

Os testes foram realizado em um MacBook com o navegador Firefox, e também testamos alguns desses serviços em uma máquina com Windows para ver se haveria diferenças.

Com exceção do serviço iCloud (que foi desenvolvido para o browser da Microsoft), as diferenças entre Windows e Mac foram quase nulas.

Glide OS
O Glide OS, da Transmedia, se destacou entre os demais webtops. O serviço tem uma variedade de ferramentas funcionais que podem ajudá-lo a realizar as tarefas, seja trabalhando sozinho ou em um grupo de discussões online. Uma conta básica no Glide é gratuita, inclui 10 gigabytes (GB) de armazenagem online e a possibilidade de incluir até seis usuários sob um mesmo login.

glidedesktop_450.jpg

Uma opção paga custa 4,95 dólares por mês (cerca de 50 dólares por ano) para até 25 usuários compartilhando 25GB de armazenagem. Não se pode adicionar mais usuários, mas por 4,95 dólares adicionais ganha-se mais 25GB de espaço.

O Glide obteve a mais rápida inicialização e tempo de resposta de todos os sistemas online testados. O serviço tem aplicativos para processador de texto, planilhas, apresentações, calendário, agenda de contatos e até uma ferramenta para construir um site.

O desenvolvedor diz que seus aplicativos têm suporte de compatibilização com mais de 250 formatos de arquivos, e que o usuário pode criar encontros online com outros usuários do Glide OS que estiverem conectados. Este webtop também oferece controle gradual, com o qual é possível definir com quem quer compartilhar documentos e com que frequência.

O Glide também oferece um aplicativo de e-mail que utiliza tanto o padrão POP quanto o IMAP, e possui uma ferramenta de buscas da Ask.com integrada. Além disso, também oferece um editor de fotos e um tocador de músicas. O pacote de produtividade, incluindo e-mail, processador de texto e outros aplicativos também pode ser conectado a partir do novo serviço de rede social chamado Glide Engage.

O Glide é dividido em três seções: desktop, seu sistema online de arquivos (chamado Glide HD) e o Glide Portal, que permite que acessar o conteúdo da web diretamente do ambiente do Glide. Estas seções juntas oferecem uma boa maneira de se navegar pelo sistema online e são facilmente localizados no topo da tela do browser.

No entanto, o desempenho do Glide Portal foi um pouco inconsistente, dependendo do navegador utilizado. Links para notícias, por exemplo, estavam inativos quando utilizamos o Firefox 3.5 e o Safari 4.

Quando utilizamos o Google Chrome para Mac pudemos navegar nos links externos a partir do portal, mas o resumo das notícias que vimos no Firefox e Safari tinha desaparecido. Porém, é bom lembrar que o Chrome para Mac ainda está em desenvolvimento e, portanto, não é a melhor opção para se testar um serviço baseado na web.

Com o Glide, pode-se pegar mídias diversas - como documentos, vídeos, arquivos de música e mesmo um link da web do portal - e usá-los em uma variedade de ações. Por exemplo, é possível adicionar notícias a anotações de reuniões, enviar por e-mail ou criar um grupo de discussões para esta notícia.

O Glide OS tem um aplicativo de sincronização para o seu desktop local e um aplicativo móvel que funciona em mais de 100 dispositivos, incluindo aqueles com Windows Mobile, Symbian, BlackBerry, iPhone ou Android.

Prós: 10GB de armazenagem gratuita; contas com múltiplos usuários; aplicativos móveis; grande variedade de aplicativos; boa ferramenta de busca; e um bom sistema de armazenagem.

Contras: O Glide Portal não é eficiente; não tem mensageiro instantâneo; não possui visualização em tela cheia; e não permite mudar a ferramenta de busca.

Dica: O Glide OS tem alguns conflitos com o Internet Explorer 8 que requerem alguns ajustes no Registro para arrumar. Se não estiver confiante em modificar o Registro, então é melhor usar outro navegador como Firefox, Opera, Chrome ou Safari.

G.ho.st
Um projeto realizado entre programadores palestinos e israelenses, o G.ho.st é baseado nos serviços web S3 da Amazon e recentemente saiu da fase Alpha para Beta público. O serviço diz ser o único verdadeiro Web OS, já que o serviço diz que pode trabalhar abertamente e sem amarras com aplicativos web de terceiros como Google Docs e Zoho.

ghost_450.jpg

O G.ho.st é uma promessa e possui ferramentas muito funcionais, mas não tem um bom acabamento e a usabilidade foi um pouco inconstante. Por exemplo, quando se clica em um item do desktop, essa opção fica destacada, mas só irá abrir se você clicar novamente.

Além disso, também tivemos um problema irritante com os atalhos no teclado. A função não funcionava corretamente, fazendo ser impossível digitar as teclas “n” ou “s”, sem que o serviço entendesse como sendo um processo para salvar o arquivo ou restaurar a navegação.

Não precisamos nem dizer que foi praticamente impossível usar o serviço dessa forma; no entanto durante os dias que testamos o G.ho.st, este problema ocorreu uma só vez e conseguimos eliminá-lo apenas restaurando a página do navegador.

Mas o serviço também oferece muitas opções, incluindo 15GB de armazenamento gratuito; suporte para até 24 tipos de línguas diferentes (incluindo português); um bom gerenciador de sincronização de arquivos; aplicativo para celular; e-mail do G.ho.st com suporte POP; MP3 player, uma ferramenta de busca integrada ao Flickr; mensageiro instantâneo com suporte para os protocolos da AOL, Gmail, Yahoo e MSN; rápido acesso a uma variedade de buscas online como Google, Yahoo e Wikipedia; e uma grande biblioteca de aplicativos que o usuário pode usar para personalizar sua página no G.ho.st.

E o G.ho.st tem a melhor usabilidade de navegação entre todos os serviços testados. Ele salva seus cookies e histórico de navegação, para que se possa acessá-los a partir de outro computador. O serviço utiliza o pacote Office online do Zoho para seus aplicativos principais de produtividade e os programas podem ser vistos dentro da mesma página.

O usuário também pode salvar e acessar os arquivos da sua conta do Google Docs, e também pode enviar um documento diretamente para os aplicativos da Microsoft Office em seu desktop. O único lado ruim é que o serviço não tem um leitor de PDF.

Prós: Oferece 15GB de espaço gratuito; suporte para uma grande variedade de arquivos; boa ferramenta de e-mail; funções de arrastar e soltar; e MP3 player.

Contras: Não tem suporte para PDF; é bastante instável, mas que pode ser corrigido com uma restauração no navegador.

Dica: A página inicial do G.ho.st por padrão está em hebraico. Então na barra de endereço substitua a sílaba “he” (de hebraico) por “en” (de inglês) para que você consiga navegar pelo site.

Startforce
Embora se apresente como Beta público, o Startforce é um dos webtops com melhor desempenho, com seus próprios aplicativos para processador de texto, planilhas e apresentações.

Também possui um cliente de e-mail, navegação em uma só página, tocador de áudio, cliente de mensageiro instantâneo e 1GB de armazenagem gratuita.

startforce_450.jpg

Uma das grandes vantagens do serviço é seu rápido tempo de resposta. Mas um aviso: o Startforce não trabalha bem com o browser Safari da Apple.

Prós: Rápido tempo de resposta; ambeinte Windows personalizável; 1GB de espaço de armazenamento.

Contras: Nos testes com o Mac, o uploader baseado em Java não funcionou, portanto não pudemos subir arquivos em nosso webtop; o serviço funciona somente se você fechar todas as outras janelas de browser abertas (uma vez que o serviço estiver funcionando, você poderá abrir novas janelas de navegação).

AirSet
O AirSet não é tão funcional quanto os outros webtops que vimos, mas de maneira geral oferece uma boa usabilidade. O aplicativo com mais funções do serviço é o software Web Publishing, que o ajuda a criar um site, blog, álbum de foto ou newsletter. Mas o AirSet não possui outros aplicativos de produtividade essenciais, como processador de textos e planilhas.

airsetdesktop_450.jpg

Mas oferece gerenciador de contatos e calendário que pode sincronizar-se diretamente com o Outlook, além de um cliente de mensagens instantâneas e 1GB de armazenagem gratuita.

O AirSet não suporta o formato .doc do Microsoft Word. O serviço também tem uma função de grupo, que permite que você colabore com outros usuários; no entanto, esta função é paga e não está inclusa no serviço gratuito.

Prós: Sincronização com contatos e calendário do Outlook; utiliza applets Java ou interface HTML para upload (ambas as formas são ótimas); 1GB de armazenagem gratuita (2 dólares por mês para cada 5GB a mais); aplicativos móveis; área de trabalho personalizável.

Contras: O serviço tem muitos patrocínios, portanto você perde um pouco de espaço na tela; fraca produtividade sem suporte para planilhas e apresentações; não suporta o formato .doc. Tem um bom cliente de mensagem instantânea, mas requer acesso manual para cada serviço, mesmo memorizando suas senhas.

Dica: Quando iniciamos o AirSet recebemos um aviso dizendo que não havia suporte para o Firefox 3.5, mas que deveríamos testar mesmo assim. Oficialmente o serviço suporta Firefox 3, Safari 3 e IE 7.

ajaxWindows
De todos os webtops que testamos, o ajaxWindows é o que mais se aproxima do ambiente Windows. A área de trabalho do serviço automaticamente abre em modo tela cheia, mas a navegação pelo browser deixa a desejar. Em vez de abrir novas páginas dentro de um computador virtual, o serviço sempre nos direcionava para uma nova janela do navegador.

ajaxwindows_450.jpg

Mas não conseguíamos ver a nova janela fora do ambiente do ajax, pois o webtop estava em modo tela cheia. Redirecionar páginas da web fora do ambiente do serviço é comum entre os webtops.

O ajaxWindows tem seus próprios aplicativos para apresentações e processador de texto, mas nada para planilhas. Se não quiser usar os aplicativos do serviço, você pode usar os ícones para acessar seus documentos no Google Docs ou Zoho fora do computador virtual. O serviço também irá automaticamente oferecer 1GB de armazenagem gratuita no Box.net, e o SyncWizard para sincronizar seus dados do computador.

O usuário recebe uma chave gratuita de armazenamento de música no MP3tunes. O tocador MP3 do Ajax então utiliza seus arquivos armazenados no MP3tunes para tocar música no ambiente do webtop.

Como o Ajax inscreve o usuário nesses serviços de armazenamento, será necessário se logar na primeira vez que for usá-lo. O serviço também oferece widgets customizáveis para a área de trabalho.

Prós: 1GB de armazenagem gratuita; utiliza o Meebo como cliente de mensagem instantânea para suportar uma grande variedade de protocolos; integração com outros serviços incluindo o Box.net e o MP3tunes; softwares de produtividade do próprio Ajax; e rápido acesso para os serviços do Google Docs e Zoho.

Contras: Navegador com design fraco; não tem suporte para planilhas; necessita de plug-in para o Internet Explorer.

Dica: Usuários do IE terão de baixar um plug-in para o serviço funcionar. Prefira o Firefox.

Prism
Até agora estávamos nos focando em eebtops que levam o usuário para as nuvens. Já o Prism Mozilla, por outro lado, faz exatamente o oposto e leva as nuvens ao desktop do usuário.

O serviço é parte do Mozilla Labs, e está disponível como um programa isolado ou como um add-on para Firefox, que permite que se crie aplicativos web locais na área de trabalho de computador pessoal.

prism_450.jpg

Testamos o Prism criando versões locais dos aplicativos do Gmail, Meebo e Google Docs. As aplicações podem ser colocadas como um ícone no desktop ou em outras localidades do computador, dependendo do sistema operacional.

Com o serviço, suas opções de aplicativos são virtualmente ilimitadas; assim como funcionariam bem para usuários Linux e Windows que possuem sistemas vazios e que preferem optar por aplicativos web em vez de softwares open source ou comerciais.

Mas a decepção com o serviço foi o fato de não permitir criar aplicações que pudessem ser armazenadas em um pendrive e que pudessem rodar em qualquer sistema que estivéssemos usando. Infelizmente, até o momento o Prism não faz este serviço.

Mas se a Mozilla conseguir elaborar uma maneira deo Prism criar aplicativos de inicialização rápida para os sites favoritos e serviços que o usuário possa levar com ele, o Prism seria um sistema mais útil e relevante do que é hoje.

Prós: Rápido acesso para os aplicativos web, sem precisar abrir o browser; funciona como uma aplicação de desktop.

Contras: Usar muitos aplicativos web de uma só vez pode exigir muito do seu processador; não é uma solução muito prática ao contrário dos outros webtops.

iCloud
Criado pela Xcerion, o iCloud (em Beta público) foi otimizado para o Internet Explorer, com uma versão para Firefox atualmente em Alpha. Portanto, para testar esse serviço tivemos de utilizar a máquina com o Windows.

icloud_450.jpg

Em um primeiro momento, o serviço parece ter sido elaborado mais para lazer, com aplicativos para assistir vídeos online, uma rede de discussão online e um aplicativo de mensagens instantâneas com suporte para protocolos MSN, AOL, ICQ e do próprio iCloud.

Além disso, o serviço tem o melhor modo de tela cheia de todos os webtops que testamos, dando mais impressão de uma área de trabalho autêntica.

Os aplicativos de produtividade são básicos: software de apresentação, lista de tarefas e um contador pessoal. O processamento de texto é feito em Rich Text Format, com um conversor do Microsoft Word para arquivos .doc. Também possui um calendário e gerenciador de contatos, além de um cliente de e-mail com suporte a IMAP. Mas até o momento não há suporte para planilhas.

Prós: Fácil de usar, com boa resposta; bom suporte para modo tela cheia.

Contras: Widgets no estilo do Windows Vista são irritantes e ocupam espaço na tela; pacote de produtividade é limitado.

cmyOS
O cmyOS é baseado no sistema operacional em nuvem eyeOS. Para o usuário que procura um sistema mais básico, mas que mantenha uma boa funcionalidade, então o cmyOS é o webtop ideal.

cmyos_450.jpg

O serviço oferece um aplicativo processador de texto, mas não tem software de apresentações nem de planilhas. Inclui ainda calendário e um gerenciador de contatos, além de um ambiente limitado no navegador.

Em suma, o cmyOS funciona bem, mas não tem muitas ferramentas. Mas ao mesmo tempo não tivemos obstáculos como ocorreu com o G.ho.st. Também notamos que o serviço é mais focado em aplicativos web, ao contrário do AiSet, que não tem programas de texto e planilhas.

Prós: Colaboração online e foco na produtividade.

Contras: Funcionalidades limitadas se comparado com outros webtops; página de navegação limitada a sites como YouTube, Yahoo Messenger, Google, Facebook e Flickr; espaço de armazenagem não especificado; não tem suporte para planilhas e apresentações.

Astranos
Notavelmente uma criação inspirada no ambiente Mac. Os componentes essenciais do Astranos apresentam uma estranha mistura entre o estilo do sistema Mac OS X Tiger com o Windows 95.

astranos_450.jpg

E mesmo com um design diferente, o serviço não compensa com suas funcionalidades. Os únicos aplicativos que este webtop inclui são um bloco de notas e um mensageiro instantâneo cliente. Além disso, costuma dar mensagens de erro quando se aciona alguns aplicativos.

Prós: Bloco de notas; mensageiro instantâneo cliente; e 1GB de armazenagem gratuita no Dropboks.

Contras: Muito limitado, sem muitas ferramentas.

Dica: A menos que seja fã do jogo Tetris (um dos disponíveis no Astranos), talvez seja melhor não considerar este webtop.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail