Home > Notícias

Novo chip da Intel à caminho promete acirrar a competição com a AMD

Empresa promete maior desempenho e nenhum acrécimo no consumo de energia. A novidade é esperada para o próximo ano.

Por IDG News Service

06/05/2010 às 19h18

Foto:

A Intel confirmou, nesta quinta-feira (6/5), o lançamento de um sucessor para seu chip de oito núcleos, Nehalem-EX, já para o próximo ano. O novo produto será mais uma tentativa da empresa para aumentar a velocidade e o número de núcleos a fim de elevar ainda mais o desempenho dos servidores.

O novo chip, chamado Westmere-EX, será desenvolvido para servidores com quatro ou mais soquetes, disse Stephan Smith, vice-presidente e diretor de operações para computadores, durante um discurso transmitido vídeo conferência.

O Nehalem-EX, disponível nas denominações Xeon 7500 e Xeon 6500, começou a ser vendido em março, tendo como alvo servidores que necessitam de muito processamento. Na época, a Intel afirmou que estes eram os chips mais rápidos do mercado.

No entanto, enquanto o Nehalem-EX foi desenvolvido com o já defasado processo de 45 nanômetros, o Westmere-EX utilizará processo de 32 nanômetros, bem mais avançado.

Segundo Smith, o novo chip terá maior clock, mas consumirá a mesma quantidade de energia que seu antecessor. A própria iniciativa da Intel de aumentar o número de núcleos do processador é um modo de melhorar sua performance ao mesmo tempo que reduz o consumo de eletricidade.

“Nós sempre tivemos que priorizar entre o aumento de desempenho ou a adição de mais funcionalidades. Nesse caso, juntamos os dois”.

O diretor não revelou a velocidade de clock do processador ou o número de núcleos do Westmere-EX. A companhia também não disse em que trimestre o novo chip estreará.

Smith caracterizou o novo produto como um lançamento de transição e afirmou que ele será compatível com servidores de menos soquetes, a fim de não prejudicar as empresas que já fizeram grandes investimentos  em tecnologia nos últimos anos.

“Nós acabamos de lançar o Nehalem-EX. Geralmente essas plataformas têm uma validade de dois anos. Mesmo assim, estamos confiantes que temos um produto que oferecerá grande performance e se adaptará a diferentes necessidades”.

Previsões
Nathan Brookwood, principal analista da Insight 64, avalia que, se a Intel aumentou em 50% o número de núcleos com o Nehalem-EP, poderá fazer o mesmo com o Westmere-EX.

O Nehalem-EX inclui até oito núcleos, o que significa que o Westmere-EX poderia ter até 12 núcleos. Para Brookwood, isso incrementaria muito a performance dos servidores.

Assim, o novo chip elevaria o nível da competição existente entre Intel e AMD.

“O interessante é que a AMD tem 12 núcleos em seu Magny-Cours, e indicou a possibilidade de ter até 16 em seu produto de 32 nanômetros que chegará em 2011”.

O novo processador, chamado de Interlagos, será construído sobre uma micro arquitetura denominada Bulldozer.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail