Home > Notícias

Novo Intel Compute Card quer colocar a computação modular no seu bolso

Com tamanho um pouco superior ao de um cartão de crédito, novo produto da fabricante foi apresentado nesta terça-feira, 30/5, durante a Computex.

PC World / EUA

30/05/2017 às 12h27

intelcomputecard_625.jpg
Foto:

A Intel está cumprindo uma promessa feita no começo do ano, durante a CES, em Las Vegas, de lançar um computador pequeno o bastante para caber na sua carteira ou bolsa.

Isso porque a empresa mostrou nesta terça-feira, 30/5, durante a Computex, em Taiwan, os primeiros sistemas que suportarão o seu Compute Card – uma tentativa ambiciosa de popularizar PCs modulares. O cartão começará a ser vendido em agosto, mas a Intel ainda não revelou o seu preço.

A maior parte da primeira leva de hardware virá de fabricantes terceirizados, mas a Intel já revelou que três grandes nomes da indústria também estão trabalhando nesses aparelhos: Dell, HP e Lenovo.

Os aparelhos poderão variar entre máquinas parecidas com laptops até tablets, monitores e até mesmo whiteboards digitais. Cada um deles terá uma entrada para o Compute Card, e os usuários poderão plugar o cartão em cada um dos produtos para usá-lo.

intelcomputecard_62502.jpg

Para quem não sabe, o Compute Card é um pouco maior do que um cartão crédito e bem mais grosso, com as seguintes medidas: 95mm x 55mm x 5mm.

Apesar do tamanho reduzido, há espaço suficiente para colocar um de quatro processadores Intel, desde o Celeron até o Core i5. O cartão também traz 4GB de memória DDR3, armazenamento em flash (de 64GB de eMMC até 128GB de SSD), e suporte para Wi-Fi e Bluetooth.

No palco da Computex, o único computador tradicional demonstrado pela Intel foi um PC tudo em um com touch habilitado da LG Display. Ele tinha uma entrada para o Compute Card na lateral e pode ser facilmente carregado por uma alça na parte de cima.

A Intel também demonstrou um protótipo de um laptop para estudantes que conta com o Compute Card. A empresa prevê que o estudante irá remover o cartão do notebook, e colocá-lo no quadro branco digital da sala (a Intel tinha um protótipo sem funcionar da tela). Depois de voltar escola, o estudante então poderia pegar o cartão e inseri-lo em um dock desktop em casa.

A arquitetura do Compute Card permite um upgrade fácil, com cartões mais poderosos substituindo os modelos antigos, permitindo que os usuários mantenham seus sistemas rápidos e atualizados. Essa não é a primeira vez que o mercado tenta popularizar uma unidade portátil de computação, mas esse é certamente o menor e mais compacto até então.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail