Home > Notícias

Novo recurso do Lookout deixa os ladrões de smartphones em alerta

Pacote de segurança agora avisa ao usuário via e-mail quando atividades suspeitas acontecem no aparelho, como uma troca de chip ou erro da senha, e até tira uma foto do malfeitor.

Philip Michaels, Greenbot

29/05/2014 às 18h05

Furto_Smartphone-520px.jpg
Foto:

Os furtos de smartphones estão aumentando em todo o mundo, o que faz com que governos estudem medidas para combater o problema. Nos EUA, por exemplo, estados como a Califórnia analisam a obrigatoriedade da implantação de uma “Kill Switch” (algo como “botão da morte”) nos aparelhos, um recurso que permitiria ao proprietário desabilitar permanentemente um smartphone perdido ou roubado, tornando-o inútil. 

Mas a Lookout Inc., responsável pelo desenvolvimento de um pacote de segurança para smartphones de mesmo nome, acredita que esta não é a única coisa que pode ser feita para proteger seu smartphone de um furto ou roubo.

Uma kill switch que transforma um smartphone em um peso de papel pode ser útil se o aparelho cair em mãos erradas e não houver mais chances de recuperá-lo, diz Greg Lou, um gerente sênior de produto na Lookout. Mas é um exagero se ainda houver uma chance de reavê-lo. O que a Lookout espera é oferecer um passo intermediário aos proprietários de smartphones, algo menos permanente que uma kill switch.

“Acreditamos que uma kill switch é um bom recurso se implementado corretamente”, disse Lou. “Mas é o último recurso. Há outras coisas a fazer antes de apelar para a aniquilação total”.

A Lookout está introduzido uma destas “coisas” em seu pacote de segurança para dispositivos móveis. A empresa acrescentou nesta quarta feira um módulo chamado Theft Alerts (Alertas de Furto) ao seus apps para Android e para iOS, que envia alertas ao proprietário sempre que há atividade suspeita envolvendo um aparelho. A idéia, diz Lou, é “usar software para lidar com o problema dos roubos”.

A abordagem da Lookout consiste em indentificar as ações mais comuns realizadas pelos bandidos quando conseguem um aparelho e usá-las como um gatilho para enviar alertas ao proprietário. Ações que podem disparar alertas incluem errar a senha, remover o SIM Card, desligar o aparelho, ativar o modo avião e tentar desativar o software da Lookout.

Lookout_Theft_Alerta-400px
Exemplo de um e-mail enviado pelo Lookout Theft Alerts

Quanti ativado o Theft Alerts irá enviar ao proprietário do aparelho um e-mail que detalha a atividade suspeita e inclui a localização do smartphone. Em aparelhos Android o Lookout também irá usar a câmera frontal para tirar uma foto de quem está usando o aparelho. Este recurso não está disponível no iOS, diz Lou, por causa de restrições impostas pela Apple. A versão iOS do Theft Alerts também limita as ações que podem disparar um e-mail a colocar o aparelho em modo avião e remover o SIM Card.

O email enviado através do Theft Alerts inclui links para ajudá-lo a localizar o aparelho, para mostrar uma foto de quem tentou usá-lo, para bloquear e apagar o aparelho e para baixar os dados armazenados nele. O e-mail também contém links para contatar a operadora e preencher um boletim de ocorrência (estes dois últimos, apenas nos EUA).

Os usuários poderão escolher exatamente quais ações irão gerar um e-mail de alerta. Quem viaja com frequência, por exemplo, pode não querer receber um e-mail alarmista do Lookout sempre que ativa o modo avião antes de um vôo, e pais de crianças pequenas não precisam ser notificados a cada vez que um pimpolho de 3 anos pegar o aparelho e digitar uma senha errada. 

Lookout_Theft_Gatilhos-400px
Algumas das ações que podem disparar um alerta

Não é difícil entender porque a Lookout está adicionando o Theft Alerts a seu produto: o roubo de smartphones é um crime cada vez mais frequente. Uma pesquisa interna feita pela própria empresa indica que um em cada dez usuários de smartphones é vítima, e que 68% delas não conseguem recuperar os aparelhos.

O Theft Alert é um recurso da versão Premium do Lookout, que custa US$ 3 mensais ou US$ 30 por ano. Usuários Premium também tem acesso a navegação segura, relatórios de segurança e melhores ferramentas de backup. A versão gratuita permite analisar apps em busca de ameaças, fazer backup do histórico de chamadas e dos contatos e localizar um aparelho perdido.

Lou diz que quem já é usuário da versão gratuita do Lookout Free poderá experimentar o Theft Alerts até o final de setembro.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail