Home > Notícias

Novo recurso permitirá “matar” processadores Intel via SMS

Tecnologia seria uma evolução de recurso que já existe na linha de chips vPro, e permitirá que suporte técnico desative um notebook via rede 3G.

Renato Rodrigues, do IDG Now!

21/12/2010 às 2h13

Foto:

A Intel planeja lançar, no ano que vem, processadores da linha profissional Core vPro que poderão ser desativados ou capazes de impedir o acesso a dados do micro apenas recebendo uma mensagem SMS via redes 3G.

De acordo com um documento publicado pela fabricante de microchips, a adição desse mecanismo é apenas uma evolução de sua tecnologia anti-roubo baseada em hardware, e está em desenvolvimento há meses.

O objetivo da empresa é oferecer a possibilidade de desativar dispositivos (principalmente notebooks) perdidos ou roubados também por meio de conexões 3G. Hoje micros com esses processadores já podem ser desativados via conexões com fio e wireless LAN e VPN.

No entanto, estes métodos requerem que os dispositivos perdidos ou roubados estejam conectados à Internet, de algum forma. Essa "pílula de veneno" - uma mensagem SMS criptografada enviada pelo suporte técnico - vai permitir que seja acionada uma ou mais técnicas de segurança assim que o aparelho seja "checado" por uma torre 3G. As opções incluem a desativação do acesso aos dados criptografados através da remoção de uma chave criptografada armazenada no chip, bloquear o processo de inicialização ou ambos, de acordo com um documento da Intel.

Ao contrário do que acontece na maioria dos smartphones, no entanto, o recurso da Intel permitirá que o chip seja reativado pelo dono caso ele seja recuperado.

De acordo com a empresa, a cada ano cerca de 2 milhões de PCs são roubados, e 97% nunca são recuperados, o que representa um grace risco à segurança das empresas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail