Home > Notícias

Novo Windows 10 vai significar o fim da “Patch Tuesday” da Microsoft

Com o novo sistema, que chega ainda em 2015, a empresa vai parar de liberar patches apenas um dia por mês. Fluxo agora será contínuo, diz companhia.

PC World / EUA

07/05/2015 às 17h39

windows10 logo 520.jpg
Foto:

O Windows 10 vai significar a morte da Patch Tuesday, conforme anunciaram executivos da Microsoft nesta semana. Isso porque a empresa está migrando para um fluxo contínuo de patches que não ficarão confinados a apenas um dia específico. 

Durante a conferência Ignite, o VP executivo de sistemas da Microsoft, Terry Myerson, prometeu um “fluxo contínuo de inovação com o tempo todos os meses”. A empresa não vai mais entregar os updates em um único dia do mês, disse, mas à medida que as preparar e liberar.

Isso poderia significar, por exemplo, que à medida que à medida que Microsoft avalia e formula uma resposta aos chamados bugs “zero day”, essa solução poderá estar nas mãos dos usuários assim que estiver pronta. – a Patch Tuesday, por outro lado, acontece apenas na segunda terça-feira de cada mês, quando a Microsoft libera os patches para os seus produtos. 

Myerson prometeu ainda que os pesquisadores de segurança da Microsoft vão seguir todo e qualquer potencial problema de segurança que descobrirem. “Nós todos sabemos que a coisa mais importante que podemos fazer para manter qualquer aparelho seguro, ou qualquer negócio protegido, é manter os aparelhos atualizados com o software mais recente, incluindo os updates mais novos”, disse.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail