Home > Notícias

Novos MacBooks: acompanhe ao vivo o evento da Apple

Veja a cobertura em tempo real do anúncio dos novos portáteis da Apple a partir das 14h de hoje (14/10) na Macworld Brasil.

Redação da Macworld Brasil

14/10/2008 às 10h47

Foto:

A coletiva de imprensa da Apple começa às 14h
(horário de Brasília) com o tema "The spotlight turns into notebooks". Acompanhe aqui os
principais anúncios feitos pela companhia.

13h56 - Jason Snell, diretor editorial da Macworld EUA, já está no campus da Apple, em Cupertino. Imprensa, analistas e empregados da Apple já encheram o teatro menor do Town Hall, que já foi palco para diversos lançamentos da Apple, incluindo o iPod original.

14h - E vai começar... luzes diminuíram, pediram para desligar o celular. Diferente de outros eventos da Apple, desta vez a trilha sonora é música clássica.

14h02 - Steve Jobs sobe ao palco, vestido como sempre - camiseta de gola alta preta, jeans azul. "Como todo mundo sabe, hoje o tema são notebooks, e queremos contar como criamos esses bichos. Mas, antes, quero falar do estado do Mac". E passa a palavra para o diretor de operações Tim Cook.

jobs

14h03 - Slide mostra a linha atual de Macs. Cook diz que a Apple vendeu 2,5 milhões de Macs no último trimestre fiscal, um recorde para a companhia. "São diversos trimestres em sequência, crescendo duas a três vezes acima do mercado. E veja o que pensamos sobre isso". Primeiro, Cook explica que "são computadores melhores, muito superiores" ao que existe por aí. Ele cita o iMac e o Macbook Air.

14h04 - Depois, melhor software. "Software como o Leopard. Virtualmente todo mundo concorda que o Leopard está além do Vista. E com software como o iLife, o melhor pacote de estilo de vida digital no mercado, que permite ver fotos, criar filmes e música, tudo em uma caixa só".

14h05 - Número 3, compatibilidade. Ele cita o Boot Camp em cada Mac. Mostra o Windows XP rodando em um iMac. E depois, "algo que não fizemos - Vista". A platéia ri. "É justo dizer que o Vista não viveu o suficiente esperado pela Microsoft, e abriu muitas portas para as pessoas considerarem migrar para o Mac. E isso nos deu uma oportunidade, e a Apple é beneficiária disso".

14h06 - Grande marketing. "Os anúncios Mac-PC atingiram muitos switchers. Eles contam uma história, e as pessoas ouvem". E ele mostra um dos anúncios, com John Hodgman em um trono.
14h07 - Varejo. Começamos nossa jornada no varejo sete anos atrás. Hoje são 247 lojas em 8 países, e elas reúnem 400 mil visitantes todo dia. E, o mais importante, 50% dos novos Macs são vendidos para pessoas que são novas em Mac, fazendo as pessoas embaixo do guarda-chuva Mac cada vez maior. E mostra fotos das lojas de Sydney e Pequim. Cita o mercado educacional e como a Apple passou a Dell.

14h09 - "E essas são as seis razões que atribuímos ao momento do Mac. Mas isso não começou ainda. Veja o histórico e como o Mac cresceu em 14 dos últimos 15 trimestres, em quatro anos.

14h10 - Novo slide, com Macs vendidos. Nos últimos três trimestres, a Apple vendeu tantos Macs quanto no ano passado. No varejo dos EUA, cresceu para 17,6% de vendas no varejo. E, em receita, isso representa 31,3%. Um em cada três dólares gasto em computadores nos EUA é gasto em um Mac.

14h11 - Jobs volta, para falar de notebooks.

14h12 - Jobs chama ao palco Jonathan Ive, responsável pelo design da Apple.

14h13 - Ive explica o processo de fabricação dos notebooks atuais, para então poder dizer qual é a grande mudança.

jobs-keyboard14h14 - "O MacBook Air tem um encaixe perfeito que torna o produto possível. Então, o novo meio de criar um notebook tem uma relevância maior que o Macbook Air. E agora estamos trabalhando duro para criar gabinetes únicos para os novos notebooks".

14h15 - Jobs de volta. Anuncia novos chips gráficos para notebooks, agora da NVidia, que combina o chipset e o processador gráfico em uma peça única. Só que era para desktops, e Jobs diz que a Apple trabalhou com a NVidia para tornar o dispositivo compatível com notebooks - é o NVidia GeForce 9400M. "É cinco vezes mais rápido que gráficos integrados".

14h20 - "Temos também um novo trackpad para notebooks, é incrível, grande trackpad de vidro para notebooks. É 39% a mais de área que antes. Otimizamos o coeficiente de fricção para o vidro, e todo o trackpad é o botão. Dá suporte a múltiplos botões via software, e criamos quatro gestos de quatro dedos que funcionam muito bem". E demonstra os gestos.

14h24 - Jobs anuncia então o novo MacBook Pro. Tela LED, fina, todos os conectores no lado esquerdo, frente em preto como um iMac, corpo único em alumínio já pelo novo processo, novo processador gráfico, trackpad de vidro, responsável com o meio ambiente - e mais sensor de movimento, iSight, microfone, teclado com iluminação.

14h26 - "O corpo único nos economiza metade das peças usadas no modelo anterior". E passa a parte única do teclado pela platéia.
geforce

14h27 - Luzes de volta, vimos e tocamos a peça. Muito leve, muito detalhada, tudo integrado.

14h28 - Jobs fala da GeForce 9400M integrada no MacBook Pro. Tem ainda a opção de usar o modelo GeForce 9600 GT, topo de linha, também disponível para o MacBook Pro. Com a 9400M, você tem 5 horas de bateria, com a 9600M GT, quatro horas. "É sua escolha".

14h30 - Configurações: drive óptico Superdrive do lado direito. Do lado esquerdo, MagSafe, Gigabit Ethernet, FireWire 800, 2 portas USB, porta Mini Display, áudio (entrada e saída, analógico e digital), slot ExpressCard, indicador de bateria. "É o MacBook Pro mais fino que existiu", com 2,41 cm de espessura, e terá dois modelos, um de 1999 dólares com tela de 15,4" LED, Intel Core 2 Duo de 2,4 GHz, 2 GB de RAM DDR 3, duas opções de NVidia, disco de 250 GB.

14h33 - Configuração de 2.499 dólares: processador de 2,53 GHz, 4 GB de rAM, 512 MB na 9600 GT, 320 GB de disco. Upgrades:  2,8 GHz, 4 GB RAM, SSD. Começam a ser enviados para as lojas hoje. E são "verdes".

14h35 - Novo MacBook Air também.

14h36 - MacBook Air com placa GeForce 9400M, gráficos quatro vezes mais rápidos, 120 GB de disco ou opção de 128 GB SSD, saída Mini Display - 1.799 dólares com processador 1,6 GHz, 2 GB de RAM, 120 GB de HD. Outro modelo: 2.499 dólares, 186 GHz, 128 GB SSD, disponíveis em novembro.

14h38 - Jobs anuncia um novo monitor Cinema Display, 24 polegadas, cabos integrados, MagSafe, iSight.

unibody

14h40 - E, como sempre, "one more thing".

14h41 - Jobs fala do novo Macbook. Preço inicial vai de US$ 1.099 para US$ 999, ouvimos consumidores, eles pedem um compartimento de metal, por inveja dos MacBooks Pro, gráficos mais rápidos, e telas LED. Então, a nova linha de Macbooks, toda novinha.

14h43 - tela de vidro, com fundo escuro, como o iMac, display LED, estrutura única em alumínio, vídeo integrado, trackpad de vidro, conector Mini Display, responsável com o meio ambiente.

14h45 - "Elimina mais de 60% das partes, e é mais resistente. Desempenho 5x mais rápido que os MacBooks anteriores, 5 horas de duração de bateria". A partir de hoje, tudo isso por US$ 1.299 - tela de 13,3", Intel Core 2 Duo de 2 GHz, 2 GB de RAM, GeForce 9400M, 160 GB de HD, SuperDrive. Outro modelo: 1.599 dólares, chip de 2,4 GHz, 250 GB de HD, teclado iluminado. Upgrades: mais memória, 320 GB de HD, 128 GB de SSD, adaptadores de vídeo, incluindo DVI Duplo.

imacnote

14h48 - Em resumo, por Jobs. "Criamos um novo meio. De um pedaço de alumínio para o notebook. Novos gráficos, novo trackpad, o melhor que já fizemos, telas LED que são mais brilhantes, ligam mais rápido, tudo mais responsável com o meio-ambiente. E mostra de novo que o MacBook agora tem recursos que o MacBook Pro oferece, por 700 dólares a menos.

14h49 - Vídeo para mostrar o novo processo de fabricação.

14h50 - Começa a sessão de perguntas e respostas com Jobs, Cook e Phl Schiller. Jobs mostra um slide com os números 110/70, dizendo que essa é sua pressão sanguínea. Jobs não comenta os resultados financeiros da empresa, já que a Apple divulga seus números no próximo dia 21.

14h54 - Jobs fala sobre os benefícios da nova Display Port, melhor para a indústria de computadores que o HDMI, usado em dispositivos de entretenimento. Blu-Ray? "Blu-Ray é dolorido", diz Jobs. "O licenciamento da tecnologia é tão complexo que vamos esperar a poeira baixar ou o momento que o Blu-ray decola no mercado antes de importunar nossos clientes com os custos de licenciamento e dos drives".

14h57 - O MacBook Pro de 17" continua a existir, mas sem os novos recursos.

14h58 - Jobs diz que acredita que um "ciclo de renovação" irá acontecer entre os modelos Macbook e Macbook Pro. Basicamente, ele acredita que vai vender os laptops aos montes.

14h59 - Cook comenta o novo processo de fabricação.

15h - Touchscreen nos Macs? Para Jobs, "já testamos isso, como você deve imaginar, mas não faz muito sentido para a gente".

15h02 - E com isso encerramos as transmissões. Obrigado pela audiência, e agora vamos ver os notebooks de perto.

>>>Veja as fotos dos MacBooks anunciados pela Apple

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail