Home > Notícias

Novos MacBooks Pro já estão disponíveis no Brasil

Equipamentos custam entre 3.799 reais e 8.199 reais, têm novos chips Core i5 e i7 e bateria com até 10 horas de duração; comparamos os valores com os preços dos EUA

Daniel dos Santos, Macworld Brasil

13/04/2010 às 10h15

Foto:

Os novos MacBooks Pro, com chips mais rápidos e bateria de até 10 horas de duração, já estão disponíveis na loja online da Apple no Brasil, com preços entre 3.799 reais e 8.199 reais. Os novos modelos de 15 e 17 polegadas incluem os processadores Intel Core i5 e i7, e chegam com a promessa de desempenho 50% superior.

Mas quem comprar os equipamentos agora não recebe antes de 2 semanas. O prazo de saída do armazém no site da Apple pode chegar a 3 semanas. E vale lembrar que ainda é preciso incluir o tempo de entrega da transportadora. Já o frete é gratuito.

Na linha de 13 polegadas, que conta com dois modelos, os portáteis contam agora com processadores Core 2 Duo, 4 GB de memória RAM, bateria até 10 horas e placa GeForce 320. Há versões com chip de 2,4 GHz e 2,66 GHz e HDs de 250 e 320 GB. No Brasil, eles saem por 3.799  e 5.099, contra 1.199  e 1.499 dólares dos Estados Unidos, respectivamente.

Já o MacBook Pro de 15 polegadas está disponível em três modelos, com
chip Core i5 de 2,4 GHz e 2,5 GHz, além de uma versão com i7 de 2,66
GHz.  Os equipamento utilizam placa aceleradora GeForce GT 330 M e têm
HDs entre 320 GB e 500 GB. A bateria chega a 9 horas. Os preços nos EUA
vão de 1.799 a 2.199 dólares, enquanto no Brasil ficam entre 6.499 reais
e 7.999 reais.

 

novosmacbookspro
Novos MacBooks: preços a partir de 3.799 reais no Brasil e de 1.199 nos EUA

E o MacBook Pro de 17 passa a contar com
processador de 2,53 GHz Core i5, placa GeForce GT 330M e 500 GB de
espaço em disco. A autonomia é de até 9 horas. Sai por 2.299 dólares no
mercado americano e requer 8.199 reais no Brasil.

Os novos processadores Core i5 e i7 incluem cache Level 3, para acelerar o acesso ao sistema de memória, e tecnologia Hyper-Threading, que incrementa a performance dos sistemas, com a criação de núcleos de processamento virtuais. Trazem, também, sistema de Turbo Boost, que permite acelerar os chips em determinadas situações, indo de 2,66 GHz para 3,06 GHz em tarefas intensivas, em dual core, e até 3,3 GHz, no caso de funções para núcleo único.

Outro novo recurso desses portáteis é a chamada "alternância automática de gráficos". Ele permite ao sistema oferecer um melhor balanceamento entre perfomance e energia, economizando bateria e adequando a parte gráfica à tarefa em uso. Antigamente, essa função era feita de forma manual em alguns portáteis da empresa.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail