Home > Notícias

Novos processadores Intel Core podem aproximar PCs e Tablets

Chips operam a apenas 4.5 Watts, suficiente para que sejam usados em máquinas com chassis finos e leves com dissipação passiva, sem ventiladores.

Brad Chacos, PCWorld EUA

24/07/2013 às 18h53

Haswell_Wafer-435px.jpg
Foto:

Os tablets Windows trazem consigo uma promessa implícita: oferecer a “experiência completa” com o Windows 8 em um formato portátil e conveniente. Infelizmente, as ambições da Microsoft e de seus parceiros excederam em muito a realidade, principalmente devido à questões relacionadas ao consumo de energia dos processadores.

Mesmo os chips de menor consumo, projetados para uso em Ultrabooks, consomem energia demais para um tablet, e com isso produzem calor demais, o que força os fabricantes a abrigar seus híbridos em gabinetes cheios de ventiladores e dissipadores. Algo que tornou os tablets e conversíveis com Windows mais grossos, mais pesados e mais barulhentos que os concorrentes que usam processadores ARM.

Não mais. A Intel anunciou nesta semana novos processadores Intel Core de 4ª geração (família Haswell) da “série Y” que devem chegar ao mercado “nos próximos meses” e que poderão ser usados em máquinas finas e completamente sem ventiladores. Ou seja, com refrigeração “passiva”, como em smartphones e tablets iOS e Android.

Anteriormente a Intel havia anunciado que os processadores da série Y seriam capazes de operar com um SDP (Scenario Design Power, uma métrica da Intel para o quanto de energia o sistema de refrigeração da máquina tem de dissipar, em condições de uso normal) de 6 Watts, mas os novos chips podem operar com apenas 4.5W. A diferença de 1.5 Watt, embora pareça pequena, representa a diferença entre uma máquina que precisa de ventiladores para refrigerar o processador, e outra que não precisa.

haswell_hibrido-600px.jpg
Protótipo de um híbrido com processador Intel Haswell. Fino, leve e com longa autonomia de bateria

Tablets e PCs híbridos com processadores Intel Core de 4.5 Watts irão oferecer mais de nove horas de autonomia de bateria com “uso ativo”, disse Dan Snyder, um porta-voz da Intel, via e-mail. Entretanto, não espere ver estes novos processadores quebrando recordes de desempenho.

Embora os novos chips sejam capazes de “turbinar” o desempenho por um curto período de tempo gracas ao seu TDP de 11 Watts - uma métrica que indica a quantidade máxima de energia que o sistema de refrigeração precisará dissipar “no pior caso” sob carga máxima - grande parte da capacidade da Intel em reduzir os requisitos de energia e refrigeração vem do “underclock” do processador, ou seja, fazê-lo operar a uma frequência mais baixa, e portanto com menor desempenho, do que um chip similar consumindo mais energia e gerando mais calor. E operação prolongada acima de 4.5 Watts poderia sobrecarregar o sistema de refrigeração integrado ao chassis de um tablet.

Ainda assim, mesmo um processador Haswell de baixo consumo tem poder suficiente para deixar tanto os processadores ARM quanto os Atom da própria Intel comendo poeira, trazendo desempenho no nível de um Ultrabook a um design verdadeiramente como o de um tablet.

“Acredito que há um mercado real para um tablet com dissipação passiva ou um 2-em-1 com desempenho similar ao de um PC”, diz Patrick Moorhead, presidente e principal analista da Moor Insights and Strategy. “É aqui que entram os novos processadores de 4.5 Watts da Intel. Mesmo que eles tenham frequência e desempenho menores que as versões de 6 Watts anunciadas durante a Computex neste ano, terão desempenho significativamente superior ao de um Atom da família Bay Trail”.

Moorhead espera que a produção em larga escala dos novos chips de baixo consumo aconteça durante 2014, e a Intel diz que a “primeira leva” dos processadores da série Y será produzida em quantidades limitadas. Ainda assim, ficarei chocado se eles não forem usados em uma nova versão do tablet Surface Pro da Microsoft, esperada para este ano.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail