Home > Notícias

NTT Comunications cria gerador automático de legendas no Japão

A NTT Communications apresenta um sistema de legendas automático que mescla reconhecimento de voz com o roteiro do programa

Por IDG News Service/Japão

22/01/2008 às 13h37

Foto:

A operadora japonesa NTT Communications desenvolveu um sistema automatizado para adicionar legendas a programas de TV. A tecnologia foi apresentada nesta segunda-feira (21/01) em Tóquio.

Leia mais:

O sistema que funciona por reconhecimento de voz, reduz significativamente o trabalho necessário para oferecer legendas em programas. O governo japonês está pressionando as emissoras para ampliar a oferta de programas legendados.

O software não reconhece todas as palavras pronunciadas, o que ainda é difícil mesmo com os avanços no reconhecimento de voz. Na verdade o sistema recebe uma previsão do roteiro do programa. Antes do início da programação o roteiro é inserido por computador, o software então reconhece a primeira ou as duas primeiras palavras de cada frase durante o programa e as completa com o roteiro.

Além do processo de carregar o roteiro, o sistema é completamente automatizado, afirma Takashi Yokota, diretor do centro de arquitetura inventivo de IP da NTT.

Essa é uma grande evolução sobre os sistemas atuais, que requerem seis ou mais pessoas, além de uma que repita o que é dito em um sistema de reconhecimento de voz.

Pela integração do sistema com o roteiro, somente 80% do reconhecimento de voz é necessário. Já os sistemas atuais precisam de 95% de reconhecimento, afirma Yokota. É possível colocar um texto em um segundo ou dois depois de uma palavra ser pronunciada.

Mas também há desvantagens. O sistema não legenda nada que esteja fora do roteiro. Se a transmissão de uma notícia, ou mesmo uma entrevista gravada forem exibidas, o sistema não as reconhece.

++++

As emissoras japonesas estão sob pressão do governo para que ofereçam mais programas legendados. Estimativas afirmam que 5% da população japonesa, ou cerca de 6 milhões de pessoas, preferem legendas ao assistir TV.

Essa tendência aumenta com o crescimento do número de idosos no país. Com uma taxa de nascimentos em declínio e um aumento da longevidade, o governo prevê que um terço da população terá 65 anos ou mais nos próximos 25 anos.

Como resultado, o Ministério da Informação e Comunicações ordenou que todas as transmissões entre sete da manhã e meia noite tenham legendas até 2017.

Outros países também já adotam padrões para legendas. No Reino Unido, por exemplo, a BBC já legenda 95% de seus programas nos canais BBC1 e BBC2, devendo legendar 100% até o final do ano.

A legislação também obriga que os canais independentes adicionem legendas. Os canais 3 e 4 devem ter 90% de seus programas legendados até o final de 2009.

As legendas no Japão não são um benefício destinado somente aos idosos ou com problemas auditivos. A expansão da TV digital móvel também aumenta a demanda por programas legendados.

Duas emissoras regionais testaram o sistema. Baseada no sucesso com os testes, a NTT pretende colocar o produto a venda, que custará 28 mil dólares.

Atualmente o sistema só funciona no idioma japonês, mas a NTT pretende oferecer a programação em outras línguas. O sistema de reconhecimento também pode ser usado com inglês e francês, afirma Yokota.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail