Home > Notícias

Nvidia apresenta o Tesla, supercomputador pessoal que custa US$ 10 mil

Com velocidade de 4 teraflops, equipamento utiliza arquitetura Cuda de processamento paraledo e pode ser ligado em cluster.

IDG News Service/EUA

18/11/2008 às 15h08

Foto:

A Nvidia, fabricante de processadores gráficos e outros equipamentos, anunciou um novo computador de baixo custo e que pode ser ligado em cluster. Com isso, disse a empresa, os supercomputadores estão ficando mais acessíveis. Para reforçar essa idéia, a Nvidia inclusive batizou o produto de Tesla Personal Supercomputer.

O computador tem como base o arquitetura Cuda de processamento paralelo. Dentro dele vão placas que carregam o processador gráfico Tesla C1060. Segundo a companhia, esses computadores podem ter até 250 vezes o poder de processamento de um PC comum. Esses "supercomputadores pessoais" tem até 4 teraflops (4 trilhões de operações por segundo) de velocidade e podem ser usados em simulações complexas e no processamento de números, disse a Nvidia.

O preço das máquinas, porém, está longe de ser pessoal. A estimativa é que cada unidade do Tesla Personal Supercomputer seja vendida por 10 mil dólares. Ainda assim, o preço é bem mais em conta do o custo de um grid de computadores, que pode chegar a centenas de milhares de dólares. Segundo a Nvidia, as máquinas serão vendidas por empresas como a Dell, a Lenovo e a Asus, entre outras.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail