Home > Notícias

Nvidia G-Sync promete imagens perfeitas em novos monitores

Tecnologia elimina “engasgos” e “tearing” na imagem durante os jogos, causados pelo descompasso entre a placa de vídeo e o monitor

Michael Brown, PCWorld EUA

08/01/2014 às 16h11

Foto:

A Nvidia está demonstrando na CES 2014, feira de tecnologia que acontece nesta semana em Las Vegas, nos EUA, uma nova tecnologia para monitores que foi originalmente anunciada em Outubro passado. Batizada de “G-Sync”, ela consiste em um circuito adicional dentro do monitor que sincroniza a frequência de atualização de imagem do monitor à da placa de vídeo, eliminando artefatos visuais como engasgos e “tearing” na imagem, comuns em jogos de ação.

Os monitores atuais tem uma frequência de atualização fixa, como 60 ou 120 quadros por segundo. Isso é perfeitamente adequado para vídeo, onde cada quadro da imagem chega ao monitor em sincronia com a frequência. Mas quando você está rodando um jogo, a placa de vídeo produz um quadro assim que termina de renderizá-lo. E a frequência com que eles são produzidos varia, já que uma cena pode demorar mais para renderizar que a outra.

É aí que surge o problema. Se a placa enviar um quadro para o monitor enquanto ele estiver no meio da atualização surge o “tearing”, uma descontinuidade na imagem, visível como uma linha horizontal. Esse artefato pode durar apenas uma fração de segundo, mas seu cérebro irá notá-lo, gerando distração.

asus_rog_gsync-580px.jpg
ASUS RoG Swift PG278Q: um dos primeiros monitores com suporte a G-Sync

A solução para este problema é habilitar um recurso chamado VSync (de Vertical Sync, ou sincronia vertical) na configuração do jogo ou no painel de controle da GPU. Isso impedirá que a placa de vídeo mande um novo quadro de imagem para o monitor até que ele esteja pronto para iniciar um novo ciclo de atualização. Mas isso pode resultar em engasgos na imagem, porque um quadro pode acabar tendo de ser repetido se for necessária uma atualização e o quadro seguinte ainda não estiver pronto.

É aí que entra a G-Sync, sincronizando o monitor e a placa de vídeo para que ambos os componentes atualizem a imagem exatamente ao mesmo tempo. Vi a tecnologia demonstrada no stand da Nvidia em um monitor da ASUS, o Republic of Gaming Swift PG278Q, e no stand da Philips em um monitor 272G5DYEB, e o resultado é bastante impressionante: imagens perfeitas, sem um engasgo sequer e nenhum sinal de tearing.

A ASUS espera que seu monitor chegue às lojas no segundo semestre desde ano, com preço estimado em US$ 799. O da Philips deve estar à venda na mesma época, e custará cerca de US$ 649. Ambos os monitores tem telas de 27 polegadas, com resolução de 2560 x 1440 pixels.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail