Home > Notícias

Nvidia vê futuro no Windows RT, mas analistas crêem no fim da plataforma

Chip Tegra 3 é usado no Surface RT, da Microsoft, e Tegra 4 será usado em “múltiplos tablets”. Mas as fracas vendas do Windows RT colocam futuro da plataforma em dúvida.

Matt Hamblen, Computerworld EUA

19/07/2013 às 12h27

Foto:

Mesmo com o mercado para o Surface RT e outros tablets com o Windows RT encolhendo a cada dia, a fabricante de chips Nvidia diz que continua confiante no futuro da plataforma. O nível de comprometimento da empresa com o Surface RT e o Windows RT “continua alto e não mudou”, disse Rene Haas, vice-presidente de produtos de computação da Nvidia, durante uma entrevista.

“O Surface RT é apenas o começo de um longo processo e a primeira tentativa em um cenário em mudança”, disse Haas. “A Microsoft está mudando toda a plataforma Windows para algo realmente móvel”.

A Nvidia produz o processador Tegra 3 usado no Surface RT e no conversível Yoga 11 da Lenovo, ambos equipados com o sistema operacional Windows RT. Haas disse em maio que os novos processadores da Nvidia, chamados Tegra 4, serão usados em “múltiplos” tablets com Windows RT, mas não pôde divulgar quando, nem em que tipos de produtos eles irão aparecer.

Haas vê de forma positiva a decisão da Microsoft, tomada nesta semana, de reduzir o preço dos tablets Surface RT em até 30%, dos US$ 499 originais pelo modelo de 32 GB para US$ 349. O modelo de 64 GB agora custa US$ 449, em vez dos US$ 599 originais.

“Estamos encorajados e animados com os novos preços, e esperamos que eles inspirem novas vendas”, disse Haas. Quando o Surface RT surgiu no mercado em Novembro passado, analistas disseram que o preço original era alto demais quando comparado aos outros tablets no mercado.

Nesta quarta-feira, depois que Haas falou com a Computwerworld, a Lenovo decidiu interromper as vendas online do Yoga 11. Haas não respondeu a um pedido para comentar esta decisão.

Haas disse que os funcionários da Nvidia estão usando tablets Surface RT rodando o Windows 8.1 ou RT, que inclui o Microsoft Outlook e várias melhorias no suporte a VPNs. “Outlook no 8.1 é algo muito, muito importante para nós, e não é uma versão “aguada” do Outllok para o Desktop”, disse ele. “Podemos usá-lo para marcar reuniões e outras coisas, e é completamente produtivo e muito importante para nós”. Ele disse que outras empresas também irão considerar o 8.1 valioso.

Haas disse que a Nvidia também se sentiu encorajada com as recentes mudanças na organização interna da Microsoft, que colocam o desenvolvimento do Surface sob o comando de Julie Larson-Green, uma funcionária de longa data da Microsoft e ex-chefe de desenvolvimento do Windows. “Imagine a Microsoft comandando o hardware tão bem quanto a Amazon e a Google. Com o tempo isso é animador”, disse ele.

Há meses os analistas em geral estão preocupados com as vendas do Windows RT desde que no primeiro trimestre deste ano elas chegaram a apenas 200 mil tablets Windows RT, incluindo o Surface RT. Isso representa apenas 0.4% de todos os 49.2 milhões de tablets vendidos no geral, de acordo com o IDC. Nesta quinta-feira (18/07) a Microsoft divulgou seus resultados financeiros para o trimestre, que incluem um prejuízo de quase US$ 1 bilhão com o Surface RT.

Jack Gold, um analista da J. Gold Associates disse que a Nvidia está exagerando o potencial futuro do Windows RT e Surface RT porque “é isso que o pessoal do marketing faz... eles não querem assustar o mercado e dizer que o RT é uma porcaria e não vai vender”.

A linha Tegra de processadores ainda será importante para a Nvidia, mas não por causa do Surface RT ou Windows RT, disse Gold. A Qualcomm também produz processadores ARM usados em dois tablets Windows RT, mas Gold disse que eles são uma parte “minúscula” dos negócios da Qualcomm, que não quis ser entrevistada para esta matéria.

Gold disse duvidar que qualquer fabricante irá produzir um futuro tablet com Windows RT. “O RT vai morrer uma morte lenta”, disse ele.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail