Home > Notícias

O que esperar da Google I/O

De avanços no Android a aplicativos repaginados, estes são nossos 5 palpites para o evento de desenvolvedores promovido pela Google nesta semana.

Ian Paul

17/05/2010 às 19h20

Foto:

SAN FRANCISCO (17/05/2010) - A Google I/O, conferência anual para desenvolvedores organizada pela gigante da busca, começa nesta quarta-feira (19/05), e muitos se perguntam quais surpresas a Google guardou na manga para este ano.

Esperamos, entre outras coisas, uma nova versão do Android, Flash em smartphones e uma set-top-box novinha em folha. No ano passado a Google surpreendeu o mundo ao anunciar o Google Wave, um produto que deste então não chama a atenção de mais ninguém. Não sabemos se os anúncios deste ano irão ter o mesmo impacto.

A palestra de abertura do Google I/O dá início à festa nerd às 9 da manhã (horário do pacífico/EUA), com uma segunda palestra na quinta-feira às 8:30 da manhã. Até lá só podemos especular quanto aos planos da Google - mas aqui estão meus 5 palpites para o Google I/O 2010.

Flash no Android

A "Batalha do Flash" entre a Apple e a Adobe Systems não dá sinais de que vá acabar tão cedo, e a Adobe planeja usar o Google I/O para demonstrar o Flash Player 10.1 rodando em um aparelho Android. A empresa planeja lançar o produto em junho para múltiplas plataformas, inclusive desktops.

O CTO da Adobe, Kevin Lynch, anunciou planos para incluir o Flash Player no Android no final de abril, como parte da resposta da Adobe à carta aberta "Opiniões sobre o Flash" escrita pelo CEO da Apple, Steve Jobs, que explicava a posição oficial da empresa quanto ao uso da tecnologia no iPhone e no iPad.

A Adobe anunciou originalmente o Flash Player 10.1 em Outubro de 2009, e prometeu que o software estaria disponível em versão para smartphones em meados de 2010. Usuários mais aventureiros já podem experimentar uma versão beta para desktop disponível no Adobe Labs.

Android 2.2: lá vem o Froyo

Todos esperam que o Google apresente e talvez anuncie a data de lançamento da próxima versão do sistema operacional Android (2.2), de codinome Froyo. Entre os recursos esperados estão o suporte a "tethering" via USB, que permitirá que um smartphone Android se torne um hotspot móvel, um grande ganho de desempenho em relação às versões anteriores e suporte ao Flash Player 10.1

Google TV

No início de maio surgiram rumores de que a Google iria apresentar um projeto de set-top-box batizado de Google TV durante o Google I/O. Ainda não se sabe o que é o projeto, mas acredita-se que ele seja baseado em Android e que irá fundir a televisão e a web, estrelando marcas-registradas do Google como busca e anúncios. 

O Google TV também deverá ter aplicativos para serviços web como o Twitter e Picasa. Dizem que a primeira set-top-box Google TV será uma parceria entre a Google, Intel, Logitech e Sony. A Google também deve lançar durante o Google I/O um kit de desenvolvimento para que desenvolvedores possam criar aplicativos para seu produto.

Google Apps

O Microsoft Office 2010 chega em junho, e versões web gratuitas do Word, Excel e PowerPoint estarão disponíveis a qualquer um com uma conta Windows Live em 15 de junho. Com menos de um mês até que a Microsoft começe a brigar com o Google Docs pelo mercado de produtividade em nuvem, é de se esperar que a Google use sua conferência para alardear as vantagens de seu produto.

A Google já vem reforçando o Docs há alguns meses oferecendo novos recursos como uma barra de fórmulas ao estilo Excel no Google Spreadsheets, um editor de desenhos, pastas compartilhadas e a capacidade de fazer upload de qualquer tipo de arquivo. A empresa disse recentemente à Computerworld que o Google Apps for Business irá contar em breve com 90 aplicativos web diferentes.

Se você quiser dar uma olhadinha nos aplicativos em nuvem da Microsoft, pode dar uma olhada em um preview das Microsoft Office 2010 Web Apps agora mesmo.

Google Wave

Apesar de recepção morna desde seu barulhento lançamento no Google I/O 2009, o Google ainda trabalha duro no Wave, seu software de colaboração em tempo real. De fato, a Google vem silenciosamente ajustando o Wave com upgrades como a capacidade de embutir um site dentro de uma Wave, notificações por e-mail e novos métodos para descoberta de extensões para o Wave.

A Google programou seis sessões específicas sobre o Google Wave em sua conferência, e cada sessão do Google I/O terá sua própria Wave que permitirá aos desenvolvedores fazer perguntas e compartilhar anotações antes mesmo do início do evento na quarta. É quase certeza de que a empresa irá anunciar algo relacionado ao Wave no Google I/O deste ano.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail