O que esperar dos novos Samsung Galaxy S10, S10e, S10+ e Galaxy F

Companhia sul-coreana deve apresentar os novos aparelhos no dia 20 de fevereiro. Reunimos alguns dos principais rumores sobre os dispositivos

Foto: Shutterstock
https://pcworld.com.br/o-que-esperar-dos-novos-samsung-galaxy-s10-s10e-s10-e-galaxy-f/
Clique para copiar

Os novos aparelhos da família Galaxy S10 serão anunciados no dia 20 de fevereiro, mas muitas informações sobre os dispositivos já foram divulgadas na internet ao longo das últimas semanas - de fotos em alta resolução até especificações completas dos telefones. Por isso, separamos alguns desses rumores que podem finalmente ser confirmados na semana que vem, durante a conferência Unpacked.

Galaxy S10

De acordo com rumores generalizados (e em linha com movimentos mais amplos da Samsung para estrear novas tecnologias em smartphones de médio porte), parece que o Galaxy S10 deste ano contará com um buraco na tela semelhante ao encontrado no Samsung A8s, como na imagem abaixo. Esse buraco é onde ficará localizada a câmera frontal.

Além disso, o Galaxy S10 provavelmente apresentará todas as vantagens habituais de hardware que os proprietários do Galaxy S conhecem e amam. Isso inclui fone de ouvido, entrada para microSD, carregamento sem fio, alto-falantes Dolby Atmos, impermeabilização IP68 e um display AMOLED HDR dinâmico de 6.1 polegadas. Para melhor ou pior, o botão Bixby também parece estar de volta.

Sob o capô, esperamos que o novo Samsung Galaxy S10 venha equipado com o Android 9.0 Pie e o novo software One UI da Samsung, emparelhado com o mais recente processador Exynos. Se o passado é uma indicação, os mercados americano e chinês terão uma versão do S10 que roda o chip Snapdragon da série 800. O Galaxy S10 também deve possuir uma bateria de 3.400 mAh.

Segundo a GSMA, o S10 estará disponível em duas configurações de armazenamento: 6 GB de RAM com 128 GB e 8 GB de RAM com 512GB. Quanto à câmera, há rumores de que o Galaxy S10 virá com um sensor frontal de 10 MP (f/1.9) e câmeras triplas no estilo P20 na parte de trás. As câmeras se dividiram em uma lente teleobjetiva de 12 MP (f/2.4), uma lente grande angular de 12 MP (f/1.5) e uma lente ultra larga de 16 MP (f/2.2). Curiosamente, parece que a Samsung vai abandonar a tecnologia de abertura variável encontrada no S9 e S9+.

Além das melhorias nas especificações e na câmera, o maior ponto de diferença do Galaxy S10 em relação ao S9 parece ser um sensor de impressão digital "ultra-sônico" embutido na tela. Alguns rumores também sugeriram que o S10 oferecerá o mesmo tipo de carregamento reverso sem fio encontrado no Mate 20 Pro, da Huawei .

Nada foi vazado quando se trata de preços australianos para o Galaxy S10 até o momento. No entanto, o valor do Galaxy S9 do ano passado começou em US$ 1.199.

Galaxy S10+

Tal como acontece com o Galaxy S10 regular, o Galaxy S10 + contará com um entalhe na tela frontal para câmera. No entanto, ao contrário do orifício único no S10, o dispositivo apresentará dois buracos – um para cada câmera.

Quanto ao hardware, o S10 + contará com slot microSD, carregamento sem fio, alto-falantes Dolby Atmos, impermeabilização IP68 e um display dinâmico AMOLED HDR com de 6.3 polegadas. O botão Bixby também ainda está presente e, assim como no Galaxy S10, o S10+ deve vir com o Android 9 (e a nova experiência com software One UI da Samsung) emparelhada com o mais recente processador Exynos da empresa. O Galaxy S10+ também deve possuir uma bateria maior, de 4.100 mAh.

De acordo com os vazamentos, o S10+ estará disponível em três variantes de armazenamento: 6 GB de RAM e 128 GB, 8 GB de RAM e 512 GB, e 12 GB de RAM e 1 TB. Há rumores de que os smartphones têm uma câmera dupla frontal de 10 MP (f/1.9) e 8 MP (f/2.2), além de câmeras triplas na parte traseira que segue as mesmas configurações do S10 tradicional. Já no quesito novidades, os novos recursos seriam um sensor de impressão digital "ultra-sônico" direto na tela e carregamento sem fio reverso.

No ano passado, o S9+ foi lançado no mercado australiano por US$ 1.349. E esse deve ser o ponto de partida para os aparelhos deste ano, que podem ficar US$ 200 mais caros.

Galaxy S10e

O Galaxy S10e é uma nova adição à linha usual da série S. Ele é considerado uma versão mais acessível do S10, semelhante ao iPhone XR da Apple em relação ao XS. Imagens vazadas indicam que o dispositivo apresentará o mesmo visor de entalhe do S10, mas possui molduras ligeiramente mais largas.

Em consonância com o preço mais barato, espera-se que o S10e tenha capacidades mais modestas em comparação com o S10 e o S10+. Contudo, o aparelho deve vir equipado com o Android 9.0 Pie baseado no novo software One UI da Samsung, além do mais recente processador Exynos. Deve contar com duas variantes de armazenamento: 6 GB de RAM e 128 GB, e 8 GB de RAM e 256 GB. Também deve possui um display dinâmico AMOLED HDR de 5.8 polegadas, carregamento sem fio, resistência à água, sensor de impressão digital na lateral (em vez de um sensor na tela) e bateria de 3.100m Ah.

A câmera é o outro aspecto menos potente no S10e. Ele possui a mesma câmera frontal de 10 M encontrada no S10, mas opta por uma solução de lente dupla em vez de lentes triplas. Os sensores serão grande angular de 12 MP (f/1.5) e ultra grande angular de 16 MP (f/2.2). A ausência de uma lente teleobjetiva sugere que o S10e não será capaz de oferecer o mesmo nível de zoom que o S10 e o S10+.

O problema é que o S10e não apresentará o sensor de impressão digital na tela encontrado no S10 e no S10+, mas ainda pode ter o mesmo carregamento sem fio reverso. Dito isto, a verdadeira atração para o S10e é o seu preço, que na Austrália deve ficar em torno dos US$ 999.

Galaxy F

O Galaxy F está programado para ser o primeiro dispositivo dobrável da Samsung, algo que a empresa tem evitado comentar.

Enquanto o Galaxy S10, S10+ e S10e tiveram toda a ficha técnica vazada na internet, ainda há muito que não sabemos sobre o Galaxy F. Nessa fase, só há uma coisa que especulada: seu tamanho. Quando usado como um smartphone normal, a tela do Galaxy F deve oferecer 4.58 polegadas de espaço na tela e uma resolução de 840 x 1.960 pixels. Enquanto isso, a tela maior do tipo tablet tem 7.3 polegadas e uma resolução de 1.536 x 2.152 pixels.

Como todos os telefones dobráveis, o apelo do Galaxy F se resume à sua capacidade de ser usado como um tablet ou celular, dependendo da situação. Ele provavelmente também parecerá futurista , embora não se saiba como será a qualidade da experiência do software. Preço ou até mesmo um nome final para o Galaxy F não foram comentados, nem mesmo em rumores. No entanto, esperamos que o dobrável ultrapasse o preço elevado do Galaxy S10+.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site