Home > Notícias

O que está em jogo no lançamento da Apple de terça-feira?

Novos iPods e um iTunes renovado estão no forno, mas agora a Apple precisa retomar a confiança do consumidor após problemas com iPhone 3G e MobileMe.

Philip Michaels, Macworld/EUA

07/09/2008 às 17h01

Foto:

Há algo interessante em torno da opinião dos leitores sobre o que a Apple vai lançar na próxima terça-feira (09), em um evento provavelmente focado em iPods. Normalmente, as notícias de que a Apple quer mostrar algo novo inspiram especulação e idéias de quem segue com fidelidade as palavras vindas de Cupertino – e, com certeza, sim, surgiram alguns rumores.

Mas desta vez aconteceu algo diferente nos fóruns da Macworld EUA, com um novo tema recorrente entre as mensagens dos leitores naquele tópico – uma atitude que é difícil ver vinda dos compradores de Apple antes das coletivas de imprensa da companhia. “Costumava ficar doido atrás das informações, mas agora não mais”, disse um membro do fórum no primeiro post do tópico sobre o evento do dia 9. “Devo admitir que não há tanto brilho como antes”, disse outro, alguns posts depois.

Bem, eu não concordo muito com esse ponto de vista – pelo menos até o terrível dia que Gil Amelio volte e faça uma apresentação de três horas. Os lançamentos de produtos da Apple são, por natureza, excitantes, mas acho que eu consigo entender. É mais um lançamento após um período cheio de novidades, seguido de diversos problemas.

Em julho, a Apple lançou o iPhone 3G, uma nova versão do seu telefone celular que provou ser melhor que o modelo original de diversos modos – mas só quando funciona como foi prometido, pelo menos. Diversos consumidores relataram problemas com ligações perdidas, um problema que se espalhou tanto que a Apple teve que lançar uma atualização de software para tentar resolver essa questão específica.

Em julho também chegou a App Store e milhares de programas ampliaram as capacidades do iPhone. Mas a Apple ainda tem muito o que resolver no processos da App Store – aplicativos atualizado demoram a aparecer e muitos outros somem da loja sem nenhum motivo aparente.

E, claro, teve a transição do .Mac para o MobileMe, que foi marcada por problemas de sincronização, de login e de erros em e-mails. Para seu crédito, a Apple respondeu aos enganos do MobileMe ao ampliar o tempo de assinatura do serviço online duas vezes.

Logo, só no verão norte-americano a Apple lançou um número grande de produtos em um curto período. Que foi tão curto – um erro que Steve Jobs reconheceu aos seus funcionários – que todos os pontos positivos dos novos produtos foram ofuscados pelos inúmeros erros. E, o mais importante, tantas falhas deixaram um pedaço importante dos consumidores da Apple com sentimentos pouco confiáveis em relação ao que vem por aí.

E isso nos leva ao lançamento do dia 9. A Apple já se acostumou a lançar produtos na prévia do outono nos EUA. E, por conta dos problemas de verão, a companhia tem novas expectativas a encarar no evento de terça-feira.

Tais expectativas, por outro lado, não têm nada a ver com um lançamento revolucionário ou evolucionário no iPod. O que a Apple tem que fazer não é só tirar o fôlego do consumidor. Ela precisa, após o verão do descontentamento, é anunciar algo que, independente do que for, funcione do jeito que se espera e seja entregue na data certa.

Novos iPods a caminho? Garantam que eles têm a qualidade e desempenho que os fãs de iPods esperam. Um novo iTunes? Esse update tem que ser livre de qualquer grande bug ou falha. Lançar um novo método de músicas por assinatura na iTunes Store? Se for, tem que ser totalmente o contrário do fiasco do MobileMe.

Agora, com ou sem justiça, o foco da Apple mudou de “A empresa que não faz nada errado” para “A turma que não acerta uma”. Um lançamento tranquilo de um produto sólido (ou espetacular) pode ajudar a mudar isso. E talvez traga de volta a empolgação em relação à companhia entre os consumidores que estão vendo o lançamento de terça com outros olhos.

O que pode ser lançado na terça, dia 9, de acordo com os rumores:

- Um novo iPod nano, com tela maior.
- Um novo iPod touch, com GPS e design similar ao do iPhone 3G (mas com boatos fracos sobre o tema)3.
- O iTunes 8, com novo recurso Genius, que agrupa músicas de maneira inteligente.
- E, na opinião da redação da Macworld Brasil (isso é um chute), a Apple vai aproveitar o evento para anunciar uma nova leva de países a receber o iPhone 3G, e o Brasil está na lista.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail