Home > Notícias

O que o usuário de Mac precisa saber sobre o vírus Conficker

Donos de PCs com Windows estão com medo da praga virtual, que deve entrar em ação no 1º de abril. Descubra aqui o que ele faz com os computadores da Apple

Macworld/EUA

31/03/2009 às 13h20

Foto:

Se você tem prestado atenção nas última notícias sobre segurança de computadores, deve ter lido algo a respeito do worm Conficker, e o que ele pode (ou não) fazer com PCs Windows que forem infectados no 1º de abril. O worm recebeu muita atenção e vários usuários de Mac mandaram mensagens perguntando qual o real impacto desse worm no OS X. A Intego, que oferece ferramentas de segurança para Mac, recebeu tantas perguntas que a companhia escreveu um post especial sobre o worm em seu blog.

Então, como um usuário de Mac, devo estar preocupado com o Conficker? A resposta mais curta é que, a menos que você esteja rodando Windows em uma máquina virtual no seu Mac usando o Boot Camp, você não tem muito que temer o Conficker. É um worm que toma vantagem de sistemas do Windows com remendos de segurança mal feitos – uma população que deve girar em torno de 30% das máquinas Windows por aí. O Conficker não vai funcionar com o OS X de forma alguma, então a grande maioria de usuários Mac não tem nada com o que se preocupar.

Se você usa o Boot Camp e/ou Windows em uma máquina virtual, no entanto, deve garantir que seu sistema tem as últimas atualizações de segurança do Windows, e pode usar um antivírus para checar se sua máquina está infectada com o Conficker. A Microsoft oferece uma ferramenta grátis para remoção do Conficker.

O que exatamente o Conficker faz? Até o momento, ninguém sabe ao certo. Pesquisadores de segurança da Symantec, por exemplo, teorizam que a rede de computadores infectada pelo Conficker será “alugada para criminosos que querem enviar spam, roubar IDs e direcionar usuários para fraudes online e sites de phishing.” A realidade é que, uma vez que o Conficker não está ativo no momento, ninguém pode dizer com certeza como ele será usado. O que se sabe, no entanto, é que no 1º de abril, certas variantes do Conficker vão entrar em ação para evitar que sejam detectadas e removidas. Máquinas infectadas estão efetivamente sob o controle daqueles que programaram o Conficker, e eles podem instalar códigos maliciosos discretamente.

Se você estiver usando o Windows – seja no seu Mac ou diretamente em um PC Windows - eu recomendo fortemente que você tome as medidas necessárias para garantir que você não foi infectaod. Se você está apenas usando o OS X, não há com o que se preocupar, pelo menos no que diz respeito ao Conficker.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail