Home > Notícias

O smartphone já pode substituir o cartão de crédito?

Tecnologia NFC permite pagar contas apenas aproximando o celular de um sensor, mas esse sistema é seguro - ou necessário?

Megan Geuss

02/12/2011 às 12h22

Foto:

Se você esquece a carteira com frequência, deixa o talão de cheques em casa, mas sempre está com o celular no bolso, é uma boa ideia pagar suas contas ao aproximar o aparelho próximo de um receptor digital e efetuar o débito. 

Nos próximos meses, os receptores NFC (Near-Field Communication, ou comunicação por aproximação, em tradução livre) estarão cada vez mais presentes nas máquinas registradoras das lojas. A tecnologia funciona ao transferir informações entre dois dispositivos sem a necessidade de fios. O Google equipou o Nexus S 4G da Sprint com uma antena NFC e oferece o tão esperado aplicativo Google Wallet para encorajar os donos de estabelecimentos a oferecer pagamentos via celular. A RIM está implementando a tecnologia em muitos dos modelos novos de aparelhos, e apresentando um recurso chamado de “Tag”, que permitirá aos usuários de BlackBerry não só transferir informações de pagamento como qualquer outro tipo de dado. E o iPhone 5 deve chegar no ano que vem NFC, segundo os rumores de mercado.

Mas precisamos disso?
Porém a tecnologia irá tornar ainda mais conveniente as compras no dia a dia. Uma vantagem do pagamento “sem contato físico” é que não é preciso fornecer o cartão de crédito ao funcionário, tendo a chance de esquecê-lo. E, teoricamente, pagar com o smartphone é mais seguro do que utilizar um cartão, porque esse segundo é muito mais fácil de ser perdido e eles têm gravados números na frente. Ao perder um cartão, o banco precisa bloquear e fornecer outro dispositivo para o cliente. Caso o usuário perca o celular, basta apagar remotamente os dados referentes aos crédito e fornecer as informações novamente em um outro celular. 

Por outro lado, as compras com NFC fazem mais sentido apenas se você adquire produtos em grandes lojas com muita frequência. Alguns comércios menores nas grandes metrópoles aceitam pagamentos via NFC, contudo até nesses estabelecimentos, o bom e velho cartão ainda precisará estar na carteira no caso de algum imprevisto, já que, em muitas lojas, os equipamentos receptores não funcionam corretamente ou estão quebrados. E apesar do fato que o Google Wallet mostra quando e onde foi feita uma compra, o aplicativo não registra o que foi adquirido, então ainda é necessário manter os recibos.

Claro que esses problemas possuem solução, e que, com toda certeza, os desenvolvedores e fabricantes estão trabalhando para resolvê-los em um futuro próximo. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail