Home > Notícias

Obama é proibido de usar um iPhone devido a riscos de segurança

Presidente americano diz que seu smartphone é um Blackberry com alto nível de criptografia. Mas é visto usando outros produtos da Apple, como iPad

Yoni Heisler, NetworkWorld/EUA

06/12/2013 às 13h35

Foto:

O presidente Barack Obama admitiu esta semana, durante uma reunião na Casa Branca com jovens engajadas em promover o Obamacare, que não tem permissão para usar um iPhone em comunicações oficiais. Para isso, ele usa um dispositivo BlackBerry "super- criptografado".

Obama explicou que enquanto suas filhas são típicas usuárias do iPhone, ele próprio não pode ter um. "Não estou autorizado a ter um iPhone por razões de segurança", explicou Obama .

O Blackberry é conhecido pela uso de criptografia forte entre os recursos de segurança - uma razão pela qual ele ainda é popular em Washington, mesmo após perder mercado para outros telefones inteligentes, incluindo os fabricados pela Apple.

Recentemente, um módulo criptográfico no iOS, da Apple, recebeu certificação Nível 1 FIPS 140-2 do NIST. Este é o menor nível de segurança aprovado, mas ainda assim representa um passo na direção certa para a Apple.

A proibição, no entanto, não torna Obama desconhecedor de outros produtos da Apple. É notória a mania do presidente de carregar um iPad. Pouco tempo atrás, Obama disse a Bill Simmons, do B.S. Report, que usa seu iPad para acessar a NBA League Pass, a fim de manter-se atualizado sobre notícias de basquete.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail