Home > Notícias

Oito em cada dez brasileiros preferem jogar games pelo celular

Pesquisa Game Brasil revela que os smartphones são a principal plataforma para 83% dos brasileiros. Em 2º lugar vêm os consoles de mesa, seguidos pelo PC

Da Redação

12/06/2019 às 18h35

Foto: Shutterstock

Os celulares ainda são a plataforma favorita dos brasileiros para jogar games. Foi o que constatou a Pesquisa Game Brasil (PGB), que chega em sua sexta edição trazendo informações do cenário atual do mercado de jogos eletrônicos, com abordagens dos hábitos de consumo nos principais dispositivos.

O relatório foi conduzido entre os dias 5 e 8 de fevereiro deste ano e teve a participação de 5.110 pessoas, entrevistadas no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal e no México, Argentina, Chile e Colômbia. O estudo é fruto de uma ação conjunta da Sioux Group, Blend News Research e ESPM através do Gamelab e Go Gamers.

Como principal opção de plataforma de jogo entre os brasileiros, temos em primeiro lugar o smartphone, com 83%, seguido por videogame de mesa (48,5%) e notebooks (42,6%). Quando perguntados sobre qual a plataforma de jogo preferido, os smartphones aparecem com 45,3%, seguido por videogames, com 26,5%, e computadores em terceiro lugar, com 12,8%.

Ao escolher os motivos de suas preferências, os consumidores revelam o que buscam hoje em uma plataforma de jogos digitais: 1) Praticidade (29,2%); 2) Acesso (ter sempre à mão) (28,1%); 3) Poder jogar em qualquer lugar (27,8%); 4) Ser acessível (21,0%); e 5) qualidade de imagem (17,6%). Isso mostra que a maior parte dos consumidores hoje tem preferido comodidade ao invés de qualidade estética dos jogos, reflexo da popularização dos dispositivos móveis.

Para meninos e meninas

Outro dado levantado pela PGB mostra que, para jogos considerados mais hardcore, a maioria dos jogadores são homens (58,9%), entre 25 e 34 anos (41,3%). Em contrapartida, as mulheres dominam a categoria de títulos casuais com 58,8%, entre 25 e 34 anos (35,9%). A pesquisa também questionou todos os entrevistados quanto a importância dos jogos digitais dentro das suas atividades de entretenimento. Entre os hardcore gamers, 79,2% disseram que o jogo digital é a sua principal forma de entretenimento, e sua preferência é pelo videogame como plataforma (41,8%).

Do ponto de vista de mercado, os gamers hardcore são uma população menor, mas muito significativa. Eles também jogam muito em smartphones, mas preferem os videogames e computadores. Jogam mais de 3 vezes por semana, com partidas que duram por volta de 3 horas, sendo comum este público comprar mais de 10 jogos ao longo do ano. Enquanto isso, os gamers casuais têm um consumo de mídia de até 3 vezes por semana, com partidas que levam de 1 a 3 horas por sessão.

eSports

A PGB 2019 também mapeou o conhecimento dos jogadores brasileiros em eSports, prática das modalidades e consumo das partidas por TV ou canais de streaming: 60,3% afirmaram conhecer a modalidade e 48,0% destes praticam. Também ficou perceptível que o público hardcore é o segmento mais envolvido com eSports: quase 70% pratica algum título e outros 35% afirmam ter jogado no modo competitivo. Entre o segmento dos casual gamers, existem os menos adeptos, com apenas 31,3%.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail