Home > Notícias

Operador de site pirata nos EUA é condenado a 30 meses de prisão

David M. Fish foi sentenciado por operar sites em que usuários podem baixar cópias não-autorizadas de filmes, músicas e softwares.

IDG News Service/EUA

30/04/2008 às 12h50

Foto:

Um norte-americano foi condenado a 30 meses de prisão por operar sites na internet onde os usuários podiam baixar cópias não-autorizadas de filmes, músicas e softwares, anunciou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

David M. Fish, de 26 anos, foi sentenciado por infração de direitos autorais na segunda-feira (28/04), na Califórnia.

Além dos 30 meses de prisão, Fish terá que servir três anos de condicional e terá os equipamentos usados na infração dos direitos autorais apreendidos.

Fish se declarou culpado das acusações que sofreu no Distrito da Califórnia, em 27 de fevereiro de 2006, e no mesmo dia também assumiu a culpa em um processo separado que corria em Iowa, disse a Justiça.

Entre agosto de 2004 e julho de 2005, Fish atuou como operador e fornecedor de equipamentos para os sites que ofereceriam conteúdos ilegalmente. Ele também foi acusado driblar a tecnologia de proteção a gravação de DVDs.

Segundo o processo que corria em Iowa, Fish também participou de outra operação deste tipo entre janeiro de 2003 e abril de 2004. O servidor continha cerca de 13 mil trabalhos pirateados, incluindo filmes, jogos, softwares utilitários e músicas.

Os registros de transferência mostram que Fish colocou na web mais de 131 softwares e baixou outros 373 programas do servidor entre agosto de 2003 e março de 2004.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail