Home > Notícias

Opinião: 10 coisas muito chatas no iTunes

Indispensável para donos de iPhone, iPad ou iPod Touch, software da Apple consegue irritar por ser muito lento, exigir muitas atualizações e travar com frequência

Sarah Jacobsson, PC World / EUA

10/05/2011 às 17h53

Foto:

Os equipamentos da Apple são muito legais. Mas  quem tem um iPhone, iPad ou iPod Touch tem que conviver com uma ferramante muito chata: o irritante iTunes.

Além de ser lento e "desajeitado" (especialmente em computadores com Windows), ele exige atualizações e manutenção constante e com frequência dá pau.

Selecionei as 10 principais razões pelas quais o iTunes é tão irritante (agradecimentos especiais aos amigos do Facebook, que deram várias sugestões para esta reportagem).

1- Atualizações constantes
Gostaria de conhecer alguém que não está cansado de abrir o iTunes e ser recebido pela mensagem “Uma nova versão do iTunes (8.2.1.0.4.1.5...) está disponível. Gostaria de baixá-la agora?” Normalmente, updates frequentes são uma coisa boa: eles mostram que o fabricante do software está mexendo no programa para torná-lo o melhor possível. Mas cada “update” do iTunes exige que você baixe o programa inteiro – e não apenas um patch – e então reinicie tudo.

2- Pela milésima vez, eu não quero o Safari
Talvez até pudesse embarcar nas constantes atualizações do iTunes se a Apple não tentasse empurrar seu navegador Safari e o MobileMe em cada uma delas. Até era legal no início, mas depois de milhares de updates? Além disso, assim como a Adobe com suas ofertas gratuitas da barra de ferramentas, a Apple automaticamente verifica de maneira sorrateira os downloads, por isso é preciso desmarcá-los manualmente, se não quiser esses softwares.

3- Desajeitado
O programa é lento e desajeitado, especialmente em PCs. Abrir o iTunes imediatamente deixa mais lentos todos os meus outros processos e aumenta o uso de CPU para cerca de 50%. Além disso, o iTunes trava quase toda hora. E tentar fazer qualquer coisa no programa – até mesmo reproduzir uma música ou criar uma lista de reprodução – enquanto está importando música ou atualizando um aparelho iOS leva uma eternidade.

itunes1001.jpg

Software da Apple é chato e restritivo

4- Não poder sincronizar um aparelho iOS com duas bibliotecas
Claro, eu entendo que a Apple tenta diminuir a pirataria e práticas semelhantes com toda essa coisa de “apenas sincronizar com uma biblioteca de mídia”, mas e se você tiver mais de um computador? Então todas as músicas são suas, mas só é possível colocar metade delas no iPod, por exemplo. Ao menos, é claro, que você use o Home Sharing para transferir suas músicas de um computador para outro. O único problema com essa solução é que...

5- O Home Sharing é péssimo
Esse seria um ótimo recurso... se funcionasse direito. O Home Sharing deveria permitir que você compartilhasse suas músicas com até cinco computadores. Vamos examinar essa alegação: colocamos o Home Sharing em cinco computadores e tudo estava indo bem (algumas vezes não era possível ver algumas bibliotecas, mas na maioria das vezes, tudo correu bem).

Mas aí pegamos um novo computador e tentamos agregá-lo ao desabilitar o Home Sharing em uma das outras máquinas. De repente nenhum dos computadores conseguia mais ver as bibliotecas dos outros. Basicamente, foi preciso desinstalar todas as instâncias do iTunes e então reiniciar tudo para conseguir fazê-lo funcionar.

6- Sincronização complicada
Não há uma opção de “arrastar e soltar” no iTunes. Em vez disso, há uma opção “gerencie manualmente músicas e vídeos” – mas com ela você ainda está sincronizando (apenas “seletivamente”). Sincronizar realmente se torna um problema quando você tem mais de um aparelho iOS para trocar dados com uma biblioteca – especialmente se tiver um iPhone e um iPad, porque não há a opção "gerenciar apps manualmente".

7- Só algumas por vez
Como o Home Sharing é tão desajeitado, decidi economizar um pouco de tempo ao colocar alguns arquivos de música em um disco rígido externo e então manualmente importá-los para o iTunes. Bom, no final das contas, o iTunes é realmente ruim em importar músicas que não estão em CDs (na verdade, ele também é ruim para importar CDs musicais). Talvez essa seja uma maneira de proteção contra pirataria, mas por alguma razão não consegui inserir mais do que cinco ou seis músicas por vez no iTunes usando a opção “Adicionar música”.

homesharingtop10.png

Home Sharing seria ótimo...se funcionasse

8- Você não pode remover músicas da sua biblioteca em uma Playlist
Algumas vezes encontro  músicas duplicadas em listas de reprodução (playlist), e obviamente quero me livrar de uma delas. Mas tudo que é possível fazer é apagá-la da playlist, e não da biblioteca do iTunes. Em vez disso, foi preciso acessar a biblioteca e encontrar a faixa – e lembre-se, é uma música duplicada, por isso você precisa se certificar que achou a correta – e então se livrar dela.

9- Às vezes, o iTunes esquece onde a sua biblioteca está
Isso acontece com mais frequência se a sua biblioteca está hospedada em um disco rígido externo – mas já aconteceu ocasionalmente comigo quando a biblioteca estava armazenada em um HD interno. Uma vez ou outra, acontece de você clicar em um vídeo ou música, e o iTunes simplesmente não saber onde ela está. Então ele te pede para buscar nas profundezas do seu disco rígido para encontrar o arquivo. Humm...mas essa função não seria sua, iTunes?

10- Tudo é tão...lento
Para você ter uma ideia, durante a produção desta reportagem, o iTunes travou, tentou instalar o Safari no computador e ainda não terminou de fazer backup e atualizar meu iPad...

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail